morauto_export Moto-Center-Bike_aprovado 10633A_banner_700x100px-3
camaralages_export
Participe pelo nosso WhatsApp

(49) 9 9119-9209

Hora local

Bola-nos-ares-e-na-areia-em-Lages-a-terra-fria-da-Serra-3Lages está situada na região mais gelada do Brasil. É primavera, mas a temperatura ainda pede um casaquinho. Longe do mar, os atletas do vôlei de praia não se intimidaram com o clima gelado e a garoa fina desta quarta-feira, 8, nos Jogos Abertos. As disputas são no Clube Caça e Tiro.O bloqueador Thiago Barbosa é um dos grandes nomes do vôlei de praia e disputa por São José. Passam de dez as edições de Jasc das quais participou entre quadra e praia. Carioca, o atleta de 34 anos corre o mundo. Faz dupla com Sérgio Ceará, o Rei da Praia. Parou de jogar na quadra 2002. De conquistas expressivas, foi campeão brasileiro no vôlei de praia; vice nos Jogos da Lusofania (como uma Olimpíada de países da Língua Portuguesa), vice em uma etapa do Challenge do Mundial.De altura, 1,98 metro e 94 quilos. Thiago acredita que o biotipo o ajuda bastante. “Essa altura me favorece no deslocamento. Sou um cara bem rápido, aí consigo saltar bem. O peso me ajuda porque consigo colocar mais força, mais peso na bola.” Uma dieta recente fez com que ganhasse quatro quilos. Sobre a altura, o jogador comenta que não é característica de parâmetro.Josi Alves, a “Rainha da Praia”, joga por Balneário Camboriú, detentora de dez títulos consecutivos na modalidade em Jogos Abertos. Josi antes jogava na quadra coberta, o que lhe rendeu títulos de campeã e 2º lugar. Ela comenta que Lages lhe traz boas recordações, pois em edição anterior, 15 anos atrás, no município, ela foi a grande campeã. “Foi exatamente nessa quadra e espero subir mais uma vez no pódio. O frio parece não combinar com vôlei de areia, mas eu vejo o contrário, pois aqui parece uma Europa e por eu ter tido a oportunidade de jogar naquele continente isto não faz muita diferença para mim.” Thiago e Josi foram indicados ao Prêmio Guga Kuerten e a votação segue aberta no site do Prêmio. No Instagram da atleta (josialvesatleta) os internautas e fãs podem acessar o link e contribuir. “É a segunda vez que o vôlei de praia está com esta representatividade. Então, ninguém do vôlei ainda ganhou este Prêmio. Seria incrível.”

Eliminados, mas bem humorados

Duas das virtudes dos lageanos são o bom humor e a resiliência. Eliminados da competição, a dupla de Lages, Alex Ribeiro, 27, e Gabriel Bastos, 24, deixaram a disputa e agora vão ficar na torcida. Mas os garotos não se abalaram e nem perderam a emoção de disputar com grandes referências no Estado, nesta sua estreia no vôlei de praia em um Jasc. “Foi uma experiência excelente. Fizemos boas partidas.”, salienta Gabriel. Uma tendinite sofrida por Alex vai lhe deixar “de molho” nos próximos meses para competições futuras. “Fazer o que? Agora vou ser espectador.”As semifinais e finais do vôlei de praia feminino serão nesta quinta, 9, às 9h, e as do masculino na sexta, no mesmo horário.Os jogos do masculino são mais demorados porque são ralis mais disputados, longos, explica o coordenador da modalidade nos Jasc e componente da Federação Catarinense de Voleibol, Maurício Scharf.

Texto: Daniele Mendes de Melo / Fotos: Marcelo Pakinha