//Sindipan busca alternativas de qualificação para o setor

Sindipan busca alternativas de qualificação para o setor

Em Lages, cerca de mil pessoas atuam no setor da panificação. Com o intuito de atender esse público e iniciar a formação de profissionais, o Sindicato da Panificação e Confeitaria (Sindipan) busca parcerias para capacitar e qualificar a mão de obra. Uma das alternativas é oferecer um espaço para cursos e treinamentos. O primeiro grande passo para concretização desse projeto foi a doação de um forno industrial feito pelo Moinhos Galópolis, de Caxias do Sul, nesta quinta-feira (5).

A parceria com a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) também garante o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) com a oferta do local para os encontros. O diretor da instituição, Telmo Coelho, antecipa parte do mobiliário necessário pode ser feito pelo curso de Marcenaria. “Podemos contar, ainda, com o Instituto de Alimentos, que fica em Chapecó e atende demandas do país inteiro”, destaca. Presidente do Sindipan, Marlene Pitt Dullius fiz que é imprescindível assistir aqueles que estão dentro das padarias, panificadoras e confeitarias. “Temos ótimos profissionais na cidade, porém precisamos oferecer oportunidade de qualificação e de acompanhar o que há de inovação no setor”.Essa já é uma prática do sindicato e para isso conta com a empresa Roseflor. Gratuitamente, ela disponibiliza técnicos que vem a Lages com novidades em técnicas e produtos. “Com a união desses esforços, vamos ter um espaço adequado para nossos padeiros e confeiteiros colocarem, literalmente, a mão na massa”.
 
Texto e fotos: Catarinas Comunicação