//Incêndio atinge Parque Nacional de São Joaquim

Incêndio atinge Parque Nacional de São Joaquim

Um incêndio que teve início ontem (20) de noite, consumiu parte do Parque Nacional de São Joaquim, no interior de Santa Catarina. O fogo foi controlado nesta manhã pela equipe de brigadistas do parque com apoio do Corpo de Bombeiros de Urubici/SC. Estima-se que as chamas tenham atingido cerca de 30 hectares dentro da área protegida, além de uma propriedade vizinha.

O fogo começou próximo ao alojamento para pesquisa do parque, na região dos Campos de Santa Bárbara e, de acordo com investigações preliminares, seria de causa criminosa, pois não houve contexto que justificasse um fogo de causas naturais, como uma trovoada ou a presença de fiação elétrica no local. A área atingida já havia sofrido com um incêndio no ano passado.

De acordo com fontes locais ouvidas por ((o))eco, o número de incêndios dentro do parque aumentou muito desde 2019. Em outubro do ano passado, um incêndio de grande magnitude queimou cerca de 800 hectares do parque e durou 4 dias.

O Parque Nacional de São Joaquim abrange um território de 49.800 hectares entre os municípios de Urubici, Nova Orleans, Bom Jardim da Serra, São Joaquim e Grão-Pará, no interior de Santa Catarina. Famoso por abrigar o Morro da Igreja e a Pedra Furada, principais pontos turísticas do parque, a unidade de conservação protege um importante remanescente de mata de araucárias (Araucaria angustifolia) e de Mata Atlântica no estado.

Desde 2016, há pressão política para a redução dos limites da unidade de conservação, com o tema sendo incluído em Medidas Provisórias, como a MP 756/2016 e a MP 852/2018, o que levanta a possibilidade também de que o fogo seja um ato de retaliação ao parque.

Fogo no interior do Parque Nacional de São Joaquim. Foto: Observatório de Justiça & Conservação/Bombeiros