Tragédia: Corpos das crianças são retirados dos escombros

Uma tragédia que nos entristeceu, hoje ocorreu por volta do meio dia de hoje, após três crianças morrerem carbonizadas em um incêndio numa residência, situada à Rua Eleutério da Silva Furtado, no bairro Centenário, em Lages, onde viviam um casal com seus 08 (oito) filhos. Uma das crianças, ao ver o fogo chamou o pai e a mãe, que apavorados à procura das crianças, começaram a retirá-los. As chamas se alastraram rapidamente impedindo a passagem das pequenas vítimas, que são: karolaine Machado de Lima, de 5 anos, Karlan Machado de Lima, de 4 anos, e Caio Machado de Lima, de 8 anos, que estavam juntas num mesmo quarto.

Os pais estavam muito abalados e não conseguiram dar informações à imprensa. Porém, o que se sabe, é que uma das crianças estava brincando com um isqueiro ainda no beliche, e numa ação inocente ateou fogo num travesseiro que logo alastrou por toda a casa. Os Bombeiros compareceram ao local e combateram as chamas, fazendo o rescaldo logo em seguida. O Instituto Geral de Perícias (IGP) compareceu ao local fazendo a perícia e a remoção dos corpos, por volta das 15hs. Os corpos passaram por exames de DNA para identificá-los.

Situações complicadas
Duas coisas chamaram a atenção no local e nas imediações. Primeiro, a curiosidade das pessoas é tanto que, condutores de veículos estacionaram seus veículos no meio da via pública, dificultando sobremaneira o ir e vir do Corpo de Bombeiros e de outras instituições com suas viaturas. Portanto, espera-se que não aconteça situações dessa natureza que, em vez de auxiliar o salvamento de pessoas e bens materiais, simplesmente complicam ainda mais o fluxo de veículos em serviço oficial. O que também chamou a atenção foi a ausência de uma equipe da Prefeitura Municipal que, sem sombra de dúvidas, poderiam ajudar as pessoas sobreviventes do incêndio, assim como, prestarem atendimentos tão necessários naquele momento. Na verdade, ninguém ia comparecer como voluntário, já que os chefes que deveriam tomar atitudes nem sequer compareceram ao local.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!