//Capão Alto: Vigilância  Sanitária em intensa atividade

Capão Alto: Vigilância  Sanitária em intensa atividade

O Fiscal Sanitarista do Município de Capão Alto Dairis kleber da Silva, disse à reportagem de Notícia no Ato o seguinte: “estamos seguindo um plano de contingência da Diretoria do Estado de Santa Catarina, juntamente com a Regional de Saúde, acatando todos os protocolos e profilaxias para contenção dessa pandemia, passando orientações à população, fiscalizando todos os estabelecimentos comerciais e industriais. Temos uma ocupação do  monitoramento periódico até à barreira sanitária, todos os dias, na divisa com o Estado do Rio Grande do Sul;  visando o cumprimento do decreto do Governo do Estado de Santa Catarina.

A população tem aderido, permanecido em suas residências. Durante o período noturno estamos com o horário prolongado, até às 21:00hs no Departamento de Vigilância Sanitária de Capão Alto. Permanecemos de sobre aviso durante 24 horas, caso ocorra ações contamos com a parceria da Polícia Militar, Civil e Defesa Civil. Recentemente tivemos que tomar providências a respeito de um Culto que estava sendo realizado numa Comunidade Evangélica. Recebemos a denúncia e realizamos as verificações com a Polícia Militar. Fechamos o templo e os adeptos  se dirigiram para  suas residências.  Estamos realizando visitas periódicas em todos os estabelecimentos comerciais e industriais de Capão Alto. Hoje com o novo decreto do Governo do Estado, ols restaurantes localizados às margens das rodovias já poderão atender as pessoas que estão em viagens pelas rodovias. No entanto, deverão atender uma recomendação técnica da Diretoria da Vigilância Sanitária como medidas de infecção humana do Coronavírus dirigidos aos serviços de alimentação, como manipulação, preparação, fracionamento,  distribuição ou transporte, entregas de alimentos para consumos. Assim que, estamos passando aos restaurantes quais são as recomendações que devem ser atendidas e acatadas para evitar a proliferação do Covid-19 . No perímetro urbano realizamos rondas periódicas e o 4º Grupamento da Polícia Militar de Capão Alto tem nos auxiliado bastante. Em conjunto solicitamos às pessoas para se recolherem em suas residências. Trabalhamos sempre na prevenção “e a melhor estratégia é o recolhimento” das famílias em suas respectivas residências”, observou o  Fiscal Sanitarista Dairis.