Reunião determina ações para coibir aglomerações

A Prefeitura Municipal de Capão Alto, reuniu-se com a Polícia Militar, Secretaria da Saúde, Defesa Civil, Vigilância Sanitária e demais secretarias municipais, em uma reunião realizada nas dependências da Câmara de Vereadores na quarta-feira, 15/07, para coibir aglomeração, e fiscalizar o cumprimento das determinações da Saúde Pública. O secretário de finanças, Diego Machado explica o que ficou decidido na reunião: Qual foi restrita apenas à 10 participantes, para haver o distanciamento entre todos. O local escolhido foi as dependências da Câmara de Vereadores para que o cuidado de espaço fosse prioritário. Todos os participantes estavam usando máscaras. Foi uma reunião breve, em média de uma hora. Ficou acordado que a Polícia Militar dará apoio para fins de fiscalização. Ficou instituído um comboio conjunto entre Defesa Civil, PM, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar que farão fiscalizações diárias nos locais de prévio conhecimento, com a finalidade de coibir as aglomerações, caso esteja acontecendo. Também serão repassadas as orientações, à todos os comerciantes a respeito das medidas que o município está tomando para amenizar a situação da pandemia do Covid 19, tendo em vista que o município apresentou um caso confirmado da enfermidade. Por isso seremos rígidos na fiscalização. As medidas definidas na reunião tornaram obrigatório o uso de máscaras em locais públicos e privados, inclusive nas vias públicas. Limitações de pessoas no comércio local, assim como outras medidas que estão elencadas no documento redigido na reunião. Em primeiro momento é isso! Também ficou definido que o município vai adquirir mais EPI’s para os servidores municipais. Serão escalonados os servidores em suas respectivas secretarias. Até porque a Saúde, a Assistência Social e a Educação já trabalham por escalas para preservações dos servidores. Todos os serviços serão mantidos normalmente, não havendo nenhuma suspensão no momento. Contamos com o apoio da população, para que se conscientizem. Estamos cientes de que existem algumas pessoas, que estão em quarentena e monitoradas; porém, estão saindo de suas casas, conforme relato da Secretaria da Saúde, essas pessoas serão advertidas. Se não houver cooperação das pessoas, o município poderá tomar novas medidas. Em princípio, são essas as determinações no momento”, frisou o secretário municipal Diego Machado.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário