Secretaria de Saúde de Capão Alto faz balanço do ano de 2021 e destaca ações

O ano de 2021, assim como 2020, ficou marcado pela luta contra um vírus terrível que afetou todo o mundo. Em Capão Alto, durante este ano, o combate contra a pandemia da covid-19 foi o foco das ações da Secretaria Municipal de Saúde, ainda assim, a pasta conseguiu retomar atividades importantes, após declínio da pandemia.

Dentre as ações, conforme a secretária de Saúde do município, Gislaine Freitas, a pasta conseguiu realizar a campanha “Outubro Rosa”, que visa conscientizar a população sobre a saúde feminina. Além disso, executou a campanha “Novembro Azul”, que busca conscientizar sobre a saúde do homem, especialmente sobre o câncer de próstata.

“Estamos finalizando o ano, ainda preocupados com a pandemia, e feliz por termos retomados essas ações. Isso é muito importante, pois, mesmo com a covid, significa que deixamos de realizar outros programas importantes para a população. Trabalhar no diagnóstico precoce do câncer é muito importante”, destaca.

Ao avaliar a situação da pandemia, Gislaine comenta que o cenário é positivo e projeta um final de ano mais tranquilo. Destaca que o ano de 2020 foi difícil para saúde pública, tanto no combate ao vírus quanto na questão orçamentária, ja que os preços de insumos de uso nos serviços de saúde aumentaram significativamente, mesmo assim, os desafios foram superados.

A secretária elogia o trabalho das equipes da saúde de Capão Alto no combate à pandemia, com os servidores se dedicando intensamente nos trabalhos, inclusive nos sábados. Todos não mediram esforços para oferecer excelentes serviços de saúde aos munícipes. “Estamos todos de parabéns”, avalia.

Para 2022, Gislaine projeta um ano melhor em todos os aspectos, já que a Prefeitura de Capão Alto possui uma boa saúde financeira e a pandemia está perdendo força, neste sentido, afirma que projetos importantes deverão andar a partir do ano que vem, como a reforma do posto de saúde do município, dentre outros. “Vamos ter novidade”, prevê.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!