//Sobre o DIREITO DE RESPOSTA que concedemos à Presidência da Câmara de Correia Pinto, comentamos o seguinte:

Sobre o DIREITO DE RESPOSTA que concedemos à Presidência da Câmara de Correia Pinto, comentamos o seguinte:

Notícia no Ato não visa difamar, distorcer ou tergiversar os fatos para ser preferido pelos leitores. Não é por acaso que nosso Site é o mais acessado na Região Serrana. Em relação à divulgação levada a efeito ontem, com o título de Câmara de Vereadores concede Vale Alimentação aos Servidores (?) e que ocasionou descontentamento no âmbito do Poder Legislativo de Correia Pinto, ao qual concedemos o Direito de Resposta, informamos que, em hipótese alguma somos contrários a aumentos de salários dos servidores. Sejam do Poder Executivo ou Legislativo. Se cometemos alguma falha, foi com o objetivo de acertar, não como ato para denegrir imagem de quem quer que seja. Pelo que sabemos, a Lei nº 2255, de 08 de julho de 2019, promulgada pela Presidente da Mesa Diretora de Vereadores de Correia Pinto, dispõe sobre o “Vale Alimentação” aos seus servidores, atribuindo o valor em pecúnia na Folha de Pagamento mensal de R$ 475,00. Causou-nos estranheza o fato de que, Vale Alimentação, em sua essência, é para aqueles que trabalham o dia todo, que moram em outro município ou distante do local de trabalho. No caso, a Câmara Municipal de Correia Pinto, só atende no período vespertino. E os vereadores, só tem, regimentalmente, seis (06) reuniões ordinárias mensais, ocorrendo nas segundas e terças-feiras, das primeiras três semanas do mês, com início às 19:00 horas. Tem anualmente recesso de 15 de dezembro a 01 de fevereiro e de 15 a 31 de julho. Segundo o Portal da Transparência, a Câmara está com 34 ditos “servidores”. Os nove vereadores e 10 assessores parlamentar (eram quatro, mas passaram para nove pela Lei nº 188 de 5 de março de 2018). Sete (07) servidores efetivos, três (03) comissionados, mais cinco (5) estagiários. Todos que tem funções similares no Poder Executivo, recebem bem mais. Só que no Executivo, todos trabalham em expediente integral, e recebem Vale Alimentação de R$ 200,00.

Era o que tínhamos para comentar e levar a conhecimentos dos nossos prezados leitores.