Celso Rogério cumprimenta candidatos eleitos e não eleitos

O presidente da Amures, prefeito de Correia Pinto Celso Rogério Alves Ribeiro passou o domingo de eleições, atento às urnas nos 18 municípios da Serra Catarinense. A renovação de gestores municipais foi de 61%. Celso Rogério cumprimenta os eleitos e deseja sucesso às administrações que se iniciam em primeiro de janeiro de 2021.

“Como presidente da Amures desejo aos prefeitos e prefeitas, assim como aos vereadores e vereadoras eleitos e reeleitos, sucesso em suas ações em prol de seus munícipes e da região. Que tenham persistência e consigam materializar seus planos de gestão e permaneçam unidos através da associação de municípios para dar as repostas estruturantes que a região tanto necessita”, declara o presidente da Amures.
Na região, dez prefeitos foram à reeleição, o que corresponde a 55,55% dos atuais gestores. Se reelegeram sete prefeitos. E na disputa por uma vaga de prefeito, oito mulheres submeterem seus nomes ao crivo das urnas. Duas se elegeram e uma foi reeleita, Palmeira. Ao todo 53 políticos entraram na corrida eleitoral deste ano na Serra Catarinense.
O município com maior número de concorrentes foi Lages com seis nomes. Foi o maior número de candidatos que se tem notícia. A disputa foi acirrada e Antônio Ceron se reelegeu com a menor diferença entre as candidaturas da região, por apenas 0,07% dos votos. Em segundo, outros três municípios tiveram disputas acirradas com três nomes no páreo. Anita Garibaldi, Bom Jardim da Serra e Campo Belo do Sul.
Em outros seis municípios, três concorrentes se submeteram à vontade popular. E em sete municípios a eleição polarizou entre duas candidaturas. Da mesma forma que cumprimenta os eleitos, o presidente da Amures destaca a importância dos que não conquistaram mandato através das urnas.
“Nosso olhar não pode ser de que existe derrotado ou vencedor neste pleito. Esta é uma oportunidade momentânea que a democracia nos proporciona. Amanhã ou depois, quem saiu frustrado das urnas hoje, pode estar comemorando uma conquista. Sendo assim, cumprimento também, os que não tiveram essa oportunidade agora, pois foram corajosos e mostraram o desejo de ajudar seus municípios”, frisa Celso Rogério.
Para o legislativo municipal a região teve 863 concorrentes, onde 308 mulheres investiram na busca do mandato e 32 se elegeram. A representação delas foi significativa, já que somaram 35,68% do total das postulações.
Destaque para Urupema, que teve o maior contingente de mulheres no páreo alcançando 47,61% de todas as candidaturas daquele município. Mas nas urnas Urupema elegem apenas duas mulheres. Já os municípios de Bom Jardim da Serra e Cerro Negro, elegeram ou reelegeram quatro mulheres respectivamente para Câmara de Vereadores. Isso revela a importância, que este público vem tendo no parlamente da Serra.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!