Praça abandonada em Correia Pinto vira símbolo do descaso do poder público

A praça Vânio Eger, no bairro São João, em Correia Pinto, está em completa situação de abandono. A estrutura, que custou R$ 217.911,73, foi inaugurada recentemente e já está “jogada às traças”. O local virou símbolo do descaso da Prefeitura local com o patrimônio público. A população exige uma providência porque se nada for feito, a praça será totalmente perdida em breve.

A situação no local é deprimente. Sujeira, portas arrombadas, fios elétricos expostos, academia ao ar livre danificada e com peças prestes a serem arrancadas, bocais e luminárias quebradas, banheiros com fezes pelo chão e com vasos sanitários sem a mínima condição de uso são algumas das irregularidades do espaço.

Além disso, os balanços do parque infantil foram levados, o que dificulta a recreação infantil. Ademais, um dos brinquedos está amarrado com um fio. No banheiro, os interruptores foram arrancados e os fios elétricos estão expostos, expondo os visitantes ao risco de choque.

A moradora Naiara Ataíde, de 23 anos, diz que sempre costuma levar sua filha, de 2 anos, para brincar na praça. Ela lamenta a situação e diz que a Prefeitura precisa cuidar do local, dar a manutenção e evitar a ação de vândalos, afinal, o espaço foi construído com dinheiro público. “É complicado, essa praça a acabou de ser construída é já está nessa situação”, lamentou.

O quadro de abandono da praça em questão é incontestável, apesar disso, o Notícia no Ato está aberto para ouvir a atual administração municipal a respeito da situação do local. O que a população não admite é ver um bem público, que deveria ser um espaço de lazer e diversão para crianças e adultos, se deteriorando e sem nenhum tipo de manutenção.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!