Correia Pinto: Vereadora Andreia denuncia problemas no Hospital Faustino Riscarolli

A vereadora correiapintense Andreia Meis (PL) usou as redes sociais, nesta segunda-feira (10), para denunciar problemas no Hospital Municipal Faustino Riscarolli. Ela afirma que tem recebido relatos de uma série de problemas na unidade. Muito preocupada com a situação, a parlamentar cobra medidas urgentes para resolver a situação. A gestão do hospital é uma responsabilidade do município.

Foto:Arquivo NNA

Andreia faz parte da bancada de apoio do Executivo na Câmara, ainda assim e mesmo diante do recesso parlamentar, ela vem a público falar sobre a situação do hospital. Como vereadora, é muito atuante e sempre tem procurado defender os interesses da população.

Segundo ela, estão faltando remédios para os pacientes, roupa de cama e uniforme para os funcionários. Os servidores, explica, estão se sujeitando a usar uniformes com remendos, quanto à medicação, há relatos de que familiares de pacientes precisam comprar remédios que estão faltando no local.

Também falta roupa de cama, sendo que os lençóis estão sendo trocados somente a cada três dias. Além disso, há problema na fechadura de porta de banheiro e tem até chuveiro queimado. Ademais, os serviços de Raio X não funcionam nos fins de semana por falta de profissional.

A vereadora também pede a reabertura do Centro de Triagem da Covid na unidade, com reforço da equipe medida e de enfermagem, devido o aumento de casos da doença. A medida é necessária, uma vez que pacientes com síndrome gripal e respiratória estão sendo atendidos todos no mesmo espaço, o que pode facilitar a dissiminação do vírus.

Ainda segundo a vereadora, há relato de que uma funcionária do hospital, mesmo tendo procurado a direção da unidade e informado de que um parente dela havia contraído a Covid-19, precisou trabalhar e, no dia seguinte, teve diagnóstico de doença confirmado. Ou seja, a servidora teve que trabalhar contaminada, colocando em risco pacientes e colegas de trabalho em risco, mesmo diante do alerta.

Para a vereadora, os problemas no hospital são decorrentes da falta de gestão na unidade. “E um absurdo o que está acontecendo. Se estão pensando em deixar o hospital de mal a pior para terceirizá-lo, enquanto eu estiver como vereadora isso não acontecer”, assegurou. Como medida para resolver os problemas apontados, a vereadora defendeu a troca de gestão do hospital.

Nossa reportagem está à disposição da direção do referido hospital e do Executivo, para manifestação a respeito da situação na unidade.

Link live

https://www.facebook.com/100040420005450/videos/1115777642525706/

Fotos:Arquivo Noticianoato

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!