//Por indicação de Carmen Zanotto, Asilo Vicentino de Lages recebe Prêmio Zilda Arns

Por indicação de Carmen Zanotto, Asilo Vicentino de Lages recebe Prêmio Zilda Arns

Com 101 anos de relevantes serviços prestados aos lageanos e às comunidades dos demais municípios da Região Serrana, o Asilo Vicentino de Lages foi uma das cinco instituições agraciadas, nesta quarta-feira (13), com o Prêmio Zilda Arns, que é concedido pela Câmara dos Deputados às pessoas e instituições que contribuem ativamente na defesa dos direitos das pessoas idosas. Mais de 200 entidades de todo o país concorreram ao prêmio.

Fundado em 1917 pela Conferência Vicentina de Lages, o Lar Vicentino abriga atualmente 81 idosos e conta com a administração interna e com a diretoria composta por voluntários da sociedade lageana, inclusive a deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC).

Criado em 2017, o prêmio consiste em um diploma de menção honrosa, concedido a até cinco homenageados. A parlamentar catarinense, que é autora da indicação, representou a diretoria da instituição na sessão solene de premiação.

“Estou muito feliz e orgulhosa pelo Asilo Vicentino de Lages ser uma das instituições agraciadas com essa honraria. Parabéns a todos que fizeram e fazem com que o nosso Asilo seja considerado um grandes em nosso país pelo excelente trabalho no acolhimento de nossos idosos. Parabéns lageanos. Vocês fazem a diferença!”, disse Carmen Zanotto, em discurso emocionado.

Zilda Arns 

O nome do prêmio homenageia Zilda Arns Neumann, médica pediatra que atuou em causas humanitárias e sanitaristas, uma das fundadoras das Pastorais da Criança e do Idoso. Conselheira no Conselho Nacional de Saúde, Zilda Arns trabalhou também no Ministério da Saúde.

Zilda morreu, em 12 de janeiro de 2010, em Porto Príncipe, capital do Haiti. A foi vítima de um terremoto, junto com milhares de haitianos.