Ciclo de Estudos do TCE mobiliza mais de 300 pessoas

Com participação de mais de 300 pessoas entre prefeitos, vereadores, secretários municipais, servidores das áreas de contabilidade, controle interno, gestão de pessoas e dentre outras áreas de licitações, iniciou na manhã desta quarta-feira (25) no bloco do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Uniplac, o XVIII Ciclo de Estudos de Controle Público da Administração Municipal do Tribunal de Contas de Santa Catarina.


O Conselheiro substituto Gérson dos Santos Cicca, prefeito Antônio Ceron, vice-prefeito Juliano Polese e o prefeito de Zortéia Alcides Mantovani recepcionaram os participantes do evento e passaram nas salas onde acontece as orientações. Além dos 18 municípios da Amures, o evento conta com participação de representantes dos municípios da região do Contestado – Amurc e do Planalto Sul Catarinense – Amplasc.
A secretária executiva da Amures Iraci de Souza mobilizou a equipe da entidade para dar suporte necessário aos técnicos do Tribunal de Contas para desenvolver a programação. Em três oficinas nas áreas de Contabilidade e Controle Interno; Atos de Pessoal e Licitações e Contratos, os auditores fiscais repassam uma série de informações e alertas aos técnicos de gestão pública.
O prefeito Antônio Ceron representou o presidente da Amures prefeito de Urubici Antônio Zili e destacou a importância das oficinas técnicas do TCE para ajudar os municípios. E frisou que não existe mais o “jeitinho” para acomodar aliados em cargos públicos. Ele reiterou que não existe mais como praticar atos fora da lei ou que prejudiquem a sociedade.
Segundo estimativa do Tribunal de Contas, a expectativa é de capacitar cerca de 4 mil pessoas até 31 de julho, em 11 etapas regionais que acontecerão do Ciclo de Estudos.

Por: Oneris Lopes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário