//Obras causam transtornos aos moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida

Obras causam transtornos aos moradores do bairro Nossa Senhora Aparecida

Correia Pinto – Todos sabem que uma obra qualquer sempre ocasiona transtornos; principalmente quando é uma obra pública. Em Correia Pinto, a administração municipal, através da secretaria de Obras e Agricultura, está construindo uma nova ponte sobre um afluente do Rio Canoas, o qual corta vários bairros da cidade. Para que a obra pudesse ser implantada, foi feito um desvio que, em virtude de não ser pavimentado, está ocasionando sérios transtornos à comunidade que, além da enorme distância que deve se percorrer para ir ao centro da cidade, nos dias sem chuvas é a poeira que forma no leito da estrada. Já nos dias de chuvas, o transtorno é maior ainda. Os veículos atolam, colidem com os barrancos; enfim, é um caso sério. Isso aconteceu recentemente com um morador do bairro, Luiz Alberto Cruz.

De tantos sofrimentos, cansadas de esperar, entraram em contato com o titular da secretaria de Obras, João Carlos, o qual informou que dentro do prazo regulamentar a ponte será concluída. E diante desse impasse, existe uma firme e a pré disposição de acionarem o Ministério Público para que a secretaria de Obras tomem as providências cabíveis e, em tempo hábil.

Para o vereador, Amarildo Ruivo, MDB, “o desvio, além de ocasionar transtornos em qualquer época, a estrada é estreita e apresenta sérios riscos de acidentes entre veículos. Nos dias de chuvas, ainda é mais grave a situação. Entendemos e damos razão aos moradores já que, o desvio aumenta a distância entre o bairro Nossa Senhora Aparecida ao centro de Correia Pinto. Esperamos que a Prefeitura Municipal tome medidas urgentes, e que a implantação da via pública seja de acordo com as normas estabelecidas em lei, permitindo a trafegabilidade de dois veículos simultâneos. Por outro lado, o vereador encaminhou requerimento, aprovado pela Câmara de Vereadores solicitando a implantação de um local para atendimento do público que necessita realizar exames de sangue, fezes ou urina, evitando o deslocamento em jejum das pessoas no trajeto com destino ao centro da cidade. Ainda pensando na segurança das pessoas e do patrimônio público e privado, o vereador Amarildo Ruivo solicita a colocação de câmeras em pontos estratégicos do bairro, o que sem dúvida irá beneficiar a segurança da comunidade.