//Entidade ligada ao projeto da Turma da Árvore atende pessoas em situação de vulnerabilidade

Entidade ligada ao projeto da Turma da Árvore atende pessoas em situação de vulnerabilidade

O Instituto Dorvalino
Comandolli – IDC, contempla cerca de 1,5 mil pessoas mensalmente, e foi criado
a partir da iniciativa do empresário Alex Comandolli e da esposa Simone.

Lages – 24/08/18 – Fundado em 1º de
junho de 2017, o Instituto Dorvalino Comandolli (IDC), em Lages, tem o
propósito de ajudar as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social.
Atualmente, atende mensalmente cerca de 1,5 mil pessoas de todas as idades. Foi
criado pela iniciativa do empresário Alexandre Comandolli, da ND Digital, e
pela esposa Simone. Conforme explica o diretor administrativo Marcos Paulo
Aciardi, o trabalho é distribuído em várias áreas, como saúde, educação, na
reintegração da 3ª idade, cursos profissionalizantes, além da distribuição de
alimentos e roupas. “Os atendimentos obedecem a cronogramas específicos em
determinados dias e horários”, ressalta Marcos.

Através de colaboradores,
os serviços se estendem facilitando a convivência e o fortalecimento de
vínculos para crianças e adolescentes, com idades de 6 a 15 anos. A promoção
social também acompanha de perto as situações familiares, em particular a maternidade,
a infância, a adolescência e os idosos, através de programas, ações e serviços
voltados aos campos da educação. Para tanto, o Instituto conta com gabinete
médico, odontológico, psicossocial e fisioterápico.

Tudo se complementa, com a
aplicação de 11 cursos, que vão desde o de corte e costura, corte de cabelo,
inglês, até o de informática, visando abrir oportunidade de geração de renda. A
manutenção de todos os serviços provém de doações de amigos e empresas.

O projeto é
também mais uma idealização da Turma da Árvore, e funciona como uma espécie de
extensão das atividades. A partir da concentração dos esforços, o IDC tem
conseguido favorecer a integração de muitas pessoas junto à sociedade. Na
prática, atua como um impulso a mais no retorno à vida social. Por outro lado,
um recente convênio firmado com a Universidade do Planalto Catarinense
(Uniplac), irá favorecer ainda mais os atendimentos, a partir da prática de
acadêmicos nos projetos de extensão universitária, nas mais diversas
disciplinas.

Importante
ressaltar, que o objetivo de atender as pessoas carentes não para por aí. Novos
IDCs já estão sendo formalizados para se instalarem em outros locais, dentro e
fora do País. Para se ter ideia, um deles está em consolidação na cidade de Rio
Preto, no interior de São Paulo, um em Bié, na Província de Angola, na África,
e outro nos Estados Unidos, na cidade de Fort Lauderdale, na Flórida. “Tudo
está interligado com os propósitos da Turma da Árvore. Novas ideias e novos
projetos estão surgindo, ampliando cada vez mais os benefícios a quem precisa”,
resume, Marcos.