//Caldeira de nova laminadora chega a Correia Pinto

Caldeira de nova laminadora chega a Correia Pinto

Em fase de negociação com a prefeitura desde início do ano, a empresa Madeserra começou esta semana a estruturar a nova unidade na área industrial de Correia Pinto. Uma caldeira gigantesca com capacidade de secagem de oito mil metros cúbicos de madeira é o primeiro equipamento a ser descarregado para cumprir a meta de até novembro colocar a unidade em funcionamento.
O prefeito Celso Rogério Alves Ribeiro foi pessoalmente recepcionar o equipamento e dar as boas-vindas aos empreendedores que estão confirmando o investimento inicial de R$ 10 milhões. “Só esta empresa vai movimentar por ano, cerca de R$ 30 milhões com exportações de chapas laminadas e paletes, além de gerar cerca de 130 novos empregos”, informa o prefeito.
Além do terreno com 29 mil quadrados cedido pala prefeitura, a terraplenagem da área também está sendo cumprida para assegurar o empreendimento. A abundância de matéria-prima em Correia Pinto foi decisiva para a instalação da Madeserra e pelo que acompanhou o prefeito, até os rejeitos da madeira e das florestas usadas pela empresa devem ser aproveitados pela Klabin.
Só o galpão onde será instalada a caldeira terá 800 metros quadrados. A área total edificada pela empresa deve superar dois mil metros quadrados. Pelo que informou o prefeito, além da geração de movimento econômico, a Madeserra irá absorver mão-de-obra totalmente local.

TAGS: