Secretaria de Obras com várias frentes de trabalho

Inúmeras frentes de trabalho estão sendo levadas à efeito no município de Correia Pinto. “Como por exemplo a ponte do bairro Nossa Senhor Aparecida, onde já foram concretadas as sapatas. Também fizemos um pontilhão que permite o acesso dos moradores, carros, pedestres, ciclistas e motociclistas. Estamos em ritmo acelerado, com as obras do passeio público em direção ao Hospital, onde também o muro de arrimo no morro está com a obra adiantada. Vale lembrar que continuamos com o trabalho de cascalho e patrolamento das estradas rurais. Construímos um aterro no Rio dos Touros; e, por outro lado, estamos dando apoio logístico para duas indústrias, que estão se instalando em Correia Pinto: a Mad-Serra e a Global Exportações de um Grupo Chinês que, quando entrar em operação vai gerar mais de 250 empregos diretos”, observou o secretário José Carlos.

Empresa líder na exportação

Ainda de acordo com a informação do titular da Pasta de Obras, “a boa novidade é que a empresa Madeireira Rodrigues, que está em Correia Pinto, há mais de 15 anos, já consolidada, uma das maiores exportadoras de chapas de compensado de Santa Catarina, produzindo hoje, até 6 mil metros de chapas. A meta da empresa é chegar a produzir 9.500 metros até março de 2019” explicou o secretário, reiterando ainda que: “hoje acompanhando o prefeito Celso Rogério, visitamos a nova caldeira de operação da empresa, a primeira parte do projeto, para depois começar a ampliação da planta industrial, qual vai gerar mais 50 empregos diretos”, disse João Carlos, secretário municipal de Obras e da Agricultura.

Bela obra

Em relação aos transtornos que geram as obras em andamento, o secretário explicou que, “É preciso que as pessoas entendam que, a ponte do bairro Nossa Senhora Aparecida será uma grande realização da atual administração em benefício à população. É lógico que, o período de construção gera transtornos. Entretanto, os benefícios virão depois. Então, vale a pena esperar. Perguntamos: E se a ponte tivesse caído? e a Prefeitura Municipal não tivesse a competência para conseguir recursos financeiros? Como seria? Hoje estaríamos com o bairro Nossa Senhora Aparecida isolado, pois não teríamos como resolver o problema. O importante é que, graças à competência do prefeito Celso Rogério, equipe técnica e vereadores, conseguimos mais de meio milhão de reais. Hoje, a obra está em andamento e, com certeza, a empresa construtora vai entregar a ponte dentro do prazo determinado na licitação pública. Será, sem dúvida uma bela obra que a população se orgulhará da sua realização”, concluiu o secretário José Carlos.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário