//Cidadão realiza projeto social com crianças e adolescentes

Cidadão realiza projeto social com crianças e adolescentes

Se o Poder Público não faz, a iniciativa privada toma peito e leva avante. Foi o que aconteceu no bairro Novo Milênio, onde um jovem, Iradi Ribeiro, preocupado de tanto ver crianças e adolescentes seguir por um caminho que pode levar a resultados nada benéficos, por iniciativa própria criou um projeto denominado “Jovens Adolescentes Seguros”, tendo a prática do esporte como a  força motriz que conduz uma criança ou um adolescente a participar da sua própria formação, amoldando sua personalidade e adequando seu comportamento ao exercício da cidadania. 

Iradi recebeu a reportagem de Notícia no Ato para explicar como consegue colocar em prática o seu projeto: “Desde de 2003, quando tivemos muita incidência em depredações e atos de vandalismo em nosso bairro. A maioria dessa prática indesejável eram através de nossos adolescentes. E, para evitar que esse mal prosperasse, tomamos a decisão de colocar em prática esse projeto, o que, certamente tiraríamos muitas crianças e adolescentes das más ações de depredação do patrimônio público, como a quebra de lâmpadas, vidraças, e outras atividades depreciativas. Reunimos as crianças e adolescentes e começamos no campinho de futebol a atividade esportiva, sempre no horário das 08:00 hs às 09:15 hs dos sábados. No início tivemos o apoio das Cáritas Diocesanas que conseguimos comprar materiais esportivos. Temos empresários que, às vezes doam bolas de uniformes. Independente da ajuda, sempre temos uma reserva para levar avante nosso projeto. Quando se tem vontade de realizar um objetivo, a perseverança é a forma de vencer os obstáculos. No início, como todo projeto tem suas dificuldades, no decorrer do tempo já podemos vislumbrar os avanços, onde os vínculos entre eles, e a amizade reciproca já começa a fazer parte das mudanças de comportamento, até mesmo na força de expressão, como podemos notar até o palavreado se torna diferente. Quando podemos realizamos palestras como forma de educar e colocá-los no caminho social, ambiental e até mesmo na formação do próprio cidadão.”, observou Iradi Ribeiro, criador do Projeto.

Apoio da sociedade

Por outro lado, a reportagem de NOTÍCIA NO ATO pode perceber que as dificuldades são várias, assim como o local da prática esportiva que encontra-se bastante deteriorado, e que, pelo menos isso o Poder Público tomasse uma iniciativa de colocar em perfeitas condições de uso o pequeno campo de futebol lá existente. “No início do ano, o pessoal do poder público se fez presente, e como medida paliativa colocaram um pouco de areia no campo, e nada mais. O alambrado está deteriorado, e muitas dedas vezes a bola passa pelos buracos, o que torna perigoso uma criança ir à rua para trazê-la de volta”, explicou Iradi.

Para quem quiser colaborar com o projeto pode ligar no telefone (49) 991173917. Não se aceita dinheiro. Pode ser até com materiais esportivos, como bolas, ou mesmo alimentação para servir lanches após as atividades, pois muitas crianças participam desde cedo sem mesmo tomar um café em casa. Espera-se que a sociedade se mobilize e colabore com projeto que vem realizando a mais de duas décadas esse trabalho social com crianças e adolescentes.