//Serra Catarinense é campeã em torneio de competências do Senai

Serra Catarinense é campeã em torneio de competências do Senai

Lages confirmou favoritismo no desafio para ganhar conhecimento e trouxe troféus de bicampeões em Automação Industrial e Mecatrônica do Senai Challenge, realizado em Joinville, no fim de semana.

 No Senai Challenge, os estudantes da entidade participam de provas nas quais colocam em prática situações reais da indústria conforme o projeto de cada curso técnico. Neste ano, a competição ocorreu em Joinville, nos dias 9 e 10 de novembro. Do Norte do estado, os alunos serranos trouxeram a primeira colocação em Automação Industrial e Mecatrônica. Eletromecânica de Otacílio Costa ficou em segundo e Mecânica de Manutenção Automotiva com o quarto lugar. Com isso, fizeram da Serra Catarinense a regional campeã do estado.Ana Luisa Machado tem 18 anos e foi uma das poucas meninas na competição de robótica móvel. Ela quem manuseou o robô na prova cross do curso de Mecatrônica. Mesmo com a possibilidade de realizar quatro tentativas, Lages fez o melhor tempo e já venceu na primeira. Enquanto os lageanos fizeram a prova em 54 segundos, o adversário levou mais de dois minutos e meio. Mas esse nem o fato que mais chamou a atenção.“Muitas mulheres vieram me parabenizar por eu estar participando da competição. Algo raro na nossa área. E melhor que isso, foi o incentivo dos meninos para que eu participasse e continue a motivar outras meninas fazerem o mesmo”, diz Ana, que contribuiu para a manutenção do título do Senai Lages no campeonato.Quem também continua com o bicampeonato é o curso de Automação Industrial. O nervosismo e a expectativa não deixaram a equipe perder o foco de mostrar o que aprenderam durante o ano letivo. Com o troféu de primeiro lugar do hockey automatizado nas mãos, fizeram questão de reforçar o comprometimento de todos e o envolvimento dos professores no projeto. “Tivemos uma disputa saudável, acirrada e com respeito ao adversário. Isso demostra o bom preparo dos participantes. Conseguimos colocar à prova conhecimentos adquiridos no curso e ainda compartilhá-los com colegas de todas as partes do estado”, diz João Gabriel Antunes.

Troféu foi um mero detalhe na vitória

Feliz em ter a oportunidade de trazer para casa o macacão usado na competição dos carros compactos, o aluno Guilherme Dutra Chaves não esconde a emoção em ter pilotado um carro construídos por ele, os colegas e professores do curso de Mecânica de Manutenção Automotiva.“Me arrepiei quando conseguimos voltar para a pista e fomos aplaudidos por todo mundo que assistia a prova”, diz o garoto de 17 anos com um sorriso largo no rosto. A corrente do carro precisou ter trocada durante a prova. Juntos, foram rápidos, organizados e tiveram tempo para retornar à corrida. Na pista tiveram um excelente desempenho, porém o nervosismo cumulou no esquecimento da entrega de um relatório, e ocasionou desconto na pontuação.“O que nós acertamos serviu de exemplo para as outras equipes. Da mesma forma aprendemos muito com eles. Essa troca de informações e experiências foi o que mais valeu a pena. Além disso, criamos novas amizades. Daqui a pouco a gente está se reencontrando no mercado de trabalho. Isso é muito legal”, avalia Guilherme.  

Texto e fotos/Catarinas Comunicação