//Melhorias estruturais garantem mais segurança no trânsito

Melhorias estruturais garantem mais segurança no trânsito

Lages, dentro de uma proporção populacional, teria praticamente a mesma quantidade de veículos que a cidade de São Paulo (Capital). Este comparativo remete à problemática do trânsito nos centros urbanos e às melhorias necessárias

Visando mais segurança e organização no trânsito, a secretaria municipal de Planejamento e Obras em parceria com a Diretoria Municipal de Trânsito (Diretran) implanta uma série de melhorias em ruas e avenidas, tais como lombadas físicas, rótulas, sinalização horizontal e vertical.

Por exemplo, no ponto de entroncamento das avenidas Presidente Vargas e Duque de Caxias com a rua Correia Pinto, junto à Praça da Bandeira, implantou-se um conjunto de melhorias, onde se destaca a rótula, ilha zebrada, lombada física, sinalização horizontal e vertical (placas indicativas) e linhas de limite entre o meio-fio e a faixa de rolamento.

Lombadas físicas nas avenidas Edézio Caon (em frente à EMEB Suzana Albino França) e na Dom Pedro II (próximo à Igreja do Navio) contribuem para a diminuição da velocidade dos veículos. Já na avenida Luiz de Camões, confluência com a rua São Jorge, no bairro Conta Dinheiro, ponto de grande fluxo de veículos, houve a implantação de rótula alongada, como medida préviapara a organização do trânsito naquele local.

“Essas ações resultam em melhor orientação a motoristas e pedestres. No caso das ilhas zebradas, especificamente, elas impedem que irregularidades sejam cometidas, como conversões e retornos proibidos”, explica o secretário municipal Clayton Bortoluzzi.

Essas melhorias estruturais são executadas através da Gerência de Trânsito, da secretaria de Planejamento e Obras, em sintonia com a Diretran.

“Lages com 165 mil habitantes têm hoje 105 mil veículos, o que dá um veículo e meio por habitante. Isto, proporcionalmente, é o mesmo tamanho da frota de São Paulo”, disse o arquiteto da secretaria de Planejamento e Obras, Gastão Carsten, durante audiência pública de revisão da Lei do Plano Diretor de Desenvolvimento Territorial de Lages, que visa planejar e estudar o futuro desenvolvimento da cidade.

Fotos: Ary Barbosa Filho