//2ª Reunião para debater o uso indiscriminado de agrotóxicos

2ª Reunião para debater o uso indiscriminado de agrotóxicos

Capão Alto – O uso quase indiscriminado do agrotóxico vai levar mais uma vez os produtores de soja e de gado de corte à 2ª Reunião de Ponderação da Cadeia Produtiva do Setor Primário do Município de Capão Alto. Segundo o engenheiro agrônomo Juarez Rodrigues Bispo Júnior, “a intenção é dar continuidade para as questões  que foram iniciadas em 18 de julho de 2018 r que deve ter as presenças dos produtores de soja no município de Capão Alto e alguns produtores de Gado de Corte que estão sendo afetados pelo uso indiscriminado de agrotóxico nas lavouras. Os resultados estão acontecendo. Houve, inclusive,  umas ações do IBAMA em algumas propriedades. Não sabemos se foi estimulada pela reunião. Acredito que os outros órgãos estão à par do que está acontecendo no município. Queremos, inclusive, fazer um monitoramento no análise da água, e depois fazer um termo, tipo, Ajuste de Conduta, para que as pessoas tenham um comportamento diferente com relação à agropecuária. O município tem uma aptidão muito grande, e não deve perder em função da soja. Os produtores têm que ter uma atitude diferente dessas que estão acontecendo no município”, observou o engenheiro agrônomo

Infestação das moscas

A respeito da infestação da “Mosca dos Estábulos” como estão sendo denominadas extra oficialmente, o agrônomo disse que “esse é um problema sanitário, e está se agravando. Queremos, justamente, fazer uma coleta dessas moscas e talvez tentar na diminuição ou coibir o avanço do inseto, que estão muito agressivos no município e que podem atacar de forma significativa a pecuária”, frisou o engenheiro agrônomo Juarez Rodrigues Bispo Júnior.