//Será que agora vai?

Será que agora vai?

Hoje pela manhã, na ausência do prefeito Antônio Ceron que estava atendendo os vereadores que fazem sustentação do Governo Municipal na Câmara de Vereadores; em seu lugar o vice-prefeito Juliano Polese, PP,  dialogou com a imprensa de Lages. A respeito da liberação do empréstimo de R$ 50 milhões que está sendo pleiteado na Caixa Econômica Federal, o vice prefeito explicou: “Depois da votação quase unânime da Câmara Municipal, foi enviado à CEF, e amanhã executivos desse estabelecimento bancário vão estar em Lages. Acreditamos que venham com os contratos prontos para serem assinados. A Prefeitura de Lages já cumpriu todas as exigências. Estamos na  expectativa de que os primeiros R$ 35 milhões sejam liberados nesses dias. Optamos por fazer em duas vezes. Queremos investir em infraestrutura, na pavimentação das nossas ruas, das quais algumas serão com recursos próprios. Vamos comprar o material necessário, o que vai nos permitir pavimentar muitas vias públicas. Também vamos fazer as indenizações das casas dos dois últimos grupos que estão ao longo do Projeto Ponte Grande, nos dois trechos. Que vai da Br 282 até a Presidente Vargas. São R$ 5 milhões que serão investidos, o que vai permitir à empresa que venceu a Licitação realizar todo o saneamento básico até o final do ano, o que será um ganho na questão da saúde para a nossa população. Então, tão logo seja liberado o empréstimo, iniciaremos de imediato o serviço, expedindo a Ordem de Serviço”, observou o vice-prefeito que também explicou sobre o projeto da rua Cirilo Vieira Ramos: “O projeto dessa via pública ficou muito caro. O prefeito pediu sua readequação. Talvez possamos realizar por etapas. É um compromisso da administração municipal. E iremos realizar”, disse Juliano Polese, que também deu posse ao novo Presidente da Fundação de Cultura, Renatinho Júnior.

Será que agora vai?