//UPA DE LAGES CHEGA AO LIMITE MÁXIMO E PEDE SOCORRO

UPA DE LAGES CHEGA AO LIMITE MÁXIMO E PEDE SOCORRO

A Unidade de Pronto Atendimento de Lages – UPA – recentemente inaugurada, chegou à sua lotação máxima. Não há espaço para mais ninguém. Havia 25 pacientes aguardando leito, sem condições de atendimento, com idosos permanecendo em maca. Chamamos a atenção dos senhores deputados, principalmente dos parlamentares que representam Lages e Região Serrana, chegou a hora do Governador Carlos Moisés sair da sua zona de conforto onde vive, e olhar prá fora.

Ver o que está acontecendo com a principal cidade da Serra Catarinense na questão da falta de leitos hospitalares, tendo uma ala pronta sem uso no Hospital Tereza Ramos; enquanto a UPA – Unidade de Pronto Atendimento chega ao seu limite, com pacientes sendo atendidos em macas, fato registrado nesta sexta-feira, dia 13/09. Portanto, senhor Governador Carlos Moisés, é também de responsabilidade do Estado oferecer condições dignas de atendimento à população, e também a todos os profissionais envolvidos que já estão estressados, esgotados e cansados, com equipes trabalhando direto, sem folga, se desdobrando para atender os pacientes. Sabe-se que a deputada federal Carmen Zanotto, dias atrás cobrou do Governador Carlos Moisés umas forma de inaugurar logo a ala nova do Hospital Tereza Ramos, como meio de resolver as questões das faltas de leitos hospitalares em Lages. Entretanto, apenas uma voz se levanta para tentar solucionar um enorme problema que  somente o Estado tem condições de conciliar e resolver em definitivo. É louvável a preocupação da parlamentar; porém, é como diz o velho ditado: “uma andorinha só não faz verão”. Abra os olhos Governador. Saia do marasmo em que se encontra a sua administração e resolva pelo menos um direito sagrado da população. O direito à Saúde Pública. Isso é Constitucional. É dever do Estado. Abra a janela do seu cubículo e olha pra fora. Tome decisões senhor Governador. Lembre-se dos votos que recebeu nas urnas. Agora vai virar as costas à população? Conclamamos também o deputado Marcius Machado, legítimo representante de Lages e da Serra Catarinense para que apresente ao Governador essa preocupação de todos os lageanos, e que, também cobre do primeiro mandatário estadual uma rápida iniciativa para esse problema crônico de falta de leitos hospitalares, tendo um “Elefante Branco” sem uso, anexo ao Hospital Tereza Ramos, em Lages.