//Empresa abre as portas para adolescentes que vivem em casas de acolhimento da Serra

Empresa abre as portas para adolescentes que vivem em casas de acolhimento da Serra

 Participantes do programa Novos Caminhos tiveram uma tarde de recreação e aprendizado nesta quarta-feira (9). Convidados da Wossko do Brasil, os adolescentes foram à sede social da empresa para atividades lúdicas com o grupo de Escoteiro Ambiental Guardiões do Parque. A empresa faz esse tipo de atividade a cada dois ou três meses numa parceria com o Judiciário. A próxima será uma ação de natal.

A Wossko é uma das apoiadoras do Novos Caminhos na Serra e criou internamente um projeto chamado Crescendo Juntos, que tem como uma das premissas auxiliar os adolescentes que vivem em casas de acolhimento a vislumbrarem um futuro diferente. Eventos como o desta semana fazem parte da lista de ações para motivá-los a ter uma nova perspectiva de vida.

Foram quatro atividades lúdicas para estimular a liderança e o trabalho em equipe. “Tivemos uma tarde muito agradável. A gente sempre aprende coisas diferentes e que vão nos ajudar em algum momento”, disse uma das adolescentes.

A terceira campanha do Natal Solidário da empresa está em execução. Neste ano, os escolhidos para serem apadrinhados na árvore dos desejo foram os adolescentes do Novos Caminhos. Os colaboradores tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da história e o sonho de cada um por meio de uma carta.

A psicóloga Lizyane Rosa Antunes conta que os pedidos são os mais variados. “Tem aqueles que pedem o que não é tangível. Alguns só dar um abraço no Papai Noel. Outros querem algo material.  Quando o presente é um pouco mais caro, os colabores se reúnem e dão um jeito de comprar. É bonito ver o quanto esse tipo de coisa é importante para todos”. A ideia é reunir os adolescentes da região no começo do mês de dezembro para confraternizar e entregar os presentes.

O Programa Novos Caminhos é uma iniciativa da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC), junto à Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), Ordem dos Advogados do Brasil/Santa Catarina (OAB/SC), Associação Catarinense de Medicina (ACM), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomercio) e Fundação ESAG.

 Taina Borges/NCI/TJSC – comarca de Lages