Prefeito visita Casa de Apoio à Mulher Vítima de Violência Doméstica

Denúncias anônimas em favor das vítimas devem ser efetuadas pelo número 180, com funcionamento todos os dias da semana, 24 horas por dia, bem como o 98402-9413. Já os contatos da Secretaria de Política para a Mulher são 3222-9616 e 3222-4311

Na tarde desta quarta-feira (20 de dezembro), o prefeito Antonio Ceron, acompanhado da secretária de Política para a Mulher e Assuntos Comunitários, Marli Nacif, esteve na Casa de Apoio à Mulher Vítima de Violência Doméstica. O endereço é mantido em sigilo justamente para assegurar a integridade das pessoas que estão usufruindo provisoriamente do local. Ceron e a secretária foram recepcionados pela coordenadora do serviço, a assistente social Jacinta Antunes.A Casa, inaugurada em novembro de 2013, em imóvel próprio do Município, acolhe institucionalmente mulheres em situação de risco que passaram por algum tipo de violência por parte de seus companheiros e que precisam sair de casa e receber abrigo protetivo. O acolhimento acontece até que a equipe técnica resolva a situação. Portanto, a primeira medida é acolher a mulher e evitar novas situações de perigo.É feito um trabalho de mediação nos casos em que há possibilidade de um retorno pacífico para a residência. Caso contrário, segue-se os trâmites de abertura de Boletim de Ocorrência (B.O.) e, se necessário, toma-se as providências judiciais.

A rede envolvida é formada pelas secretarias de Política para a Mulher e de Assistência Social e Habitação, polícias Militar e Civil e especialistas socioassistenciais. Os parceiros da iniciativa são as polícias, Poder Judiciário, Ministério Público (MP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).Na Casa de Apoio, mulheres e seus filhos menores de 18 anos compartilham atividades mais próximas de um lar. O serviço atende o município de Lages e atualmente presta suporte a três mulheres e cinco crianças.No local elas recebem todo tipo de auxílio, como alimentação, roupas, kits de higiene, atendimentos de saúde, assistência social e psicológica, sigilo, privacidade e segurança, com guarda e rondas 24 horas por dia, prevenindo casos de ameaças ou medidas protetivas desrespeitadas por parte dos agressores. São servidas refeições comuns a uma moradia tradicional, com café da manhã, almoço e jantar, com frutas à disposição. Decoração de Natal em cômodos distintos tornam os ambientes ainda mais aconchegantes nesta época.

Estrutura da Casa

A estrutura comporta quatro quartos com 16 beliches, além de berços, quatro banheiros, cozinha, refeitório, sala de estar com televisão, lavanderia, almoxarifado e salas administrativas. São oferecidas atividades de atendimento integral, de ordem de saúde e escolar, além de oficinas em grupo, a exemplo de artesanato. São 12 profissionais atuantes, com envolvimento direto da Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação. O quadro é composto por assistente social, psicóloga, advogado, cozinheiras e auxiliar de serviços gerais.“Temos acompanhado o trabalho da Casa de Apoio pelos relatórios e quando chegamos aqui ficamos introspectivos, numa reflexão das situações das famílias, e a parte vulnerável é a mulher. Já desde o início da administração temos esta preocupação e ficamos mais aliviados em saber que com este serviço elas estão acolhidas e protegidas, com todos os atendimentos necessários. A torcida é que os casos se encaminhem para o bem, que haja a condição do retorno à vida em família e em comunidade, porque isto é o ideal. Abrigo e apoio são essenciais, que esta Casa seja uma passagem para estas mulheres e lá na frente retomem sua vida normal, seus sonhos”, analisa o prefeito Ceron.A secretária Marli Nacif pontua que é feito um acompanhamento minucioso. “A Secretaria está tentando trabalhar também com os agressores, um pouco mais difícil, mas estamos tentando para que, se assim for a vontade destas mulheres, havendo o retorno, possam ter uma vida decente, sem medo, com união.”Denúncias anônimas devem ser efetuadas pelo número 180, com funcionamento todos os dias da semana, 24 horas por dia, bem como o 98402-9413. Já os contatos da Secretaria de Política para a Mulher são 3222-9616 e 3222-4311. Está situada na avenida Presidente Vargas, ao lado do Conselho Tutelar.

 Fotos: Carlos Alberto Becker

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário