//Udesc Lages terá palestra sobre Projeto Radar da Amazônia nesta sexta

Udesc Lages terá palestra sobre Projeto Radar da Amazônia nesta sexta

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, receberá uma palestra sobre o Projeto Radar da Amazônia (Radam), nesta sexta-feira, 8, às 14h, no Auditório Pinhão, no prédio da Engenharia Florestal.O evento é gratuito, aberto à comunidade acadêmica e comunidade externa. O palestrante será o engenheiro florestal Evaristo Francisco de Moura Terezo, um dos primeiros profissionais da área formado no Brasil.Terezo apresentará o Projeto Radam, do Ministério de Minas e Energia, operado entre 1970 e 1985. O projeto é dedicado à cobertura de diversas regiões do território brasileiro (em especial a Amazônia) por imagens aéreas de radar, captadas por avião.O uso do radar permitiu a captação de imagens da superfície, mesmo sob a densa cobertura de nuvens e florestas, gerando um material que, até hoje, é referência nas propostas de zoneamento ecológico da Amazônia brasileira.

Com base na interpretação das imagens, foi realizado um estudo integrado do meio físico e biótico das regiões, que inclui textos analíticos e mapas temáticos sobre geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação, uso potencial da terra e capacidade de uso dos recursos naturais renováveis.

Sobre o palestrante

Evaristo Terezo é graduado na Faculdade de Florestas, da Universidade do Paraná, em 1967. Com décadas de experiência como colaborador na Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, na Universidade Federal de Minas Gerais, e em órgãos como a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e Ibama, Terezo é considerado liderança no tema, em especial, na Região Norte do País.No exterior, integrou delegações de países na Europa, América do Sul e Sudeste Asiático, em assuntos que tratam do tema florestal. Terezo é pesquisador, professor, historiador e empreendedor.Oferece apoio a empreendimentos industriais, elaboração de estudos específicos e políticas públicas regionais. É conhecedor profundo da Região Amazônica e de todas as experimentações e pesquisas. É autor de trabalhos técnicos, informativos e livros sobre o tema.