//Apontado como fantasma, ex-servidor do município de Lages terá de devolver R$ 425 mil

Apontado como fantasma, ex-servidor do município de Lages terá de devolver R$ 425 mil

A juíza da Vara da Fazenda condenou um homem que ocupou cargo comissionado na Prefeitura de Lages entre 07/02/2013 e 30/11/2016, por não cumprir jornada de trabalho, não comparecer ao local de expediente e não executar atividades ligadas a administração pública.

A ação civil de improbidade administrativa foi ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina. O processo diz que Ivone Rodrigues da Silva,popular Calça Larga do MDB, ocupava a função de assessor especial de governo, devendo atuar no gabinete do prefeito e, posteriormente, na Coordenação de Assuntos Comunitários e Voluntários de Lages, mas que não cumpria com as obrigações contratuais.

Após ouvir a defesa e quatorze testemunhas, a justiça condenou o réu por improbidade administrativa, suspendendo os direitos políticos por oito anos, determinando a devolução do montante total recebido da prefeitura no período, e o pagamento de uma multa civil no mesmo valor. Ele pode recorrer da decisão.

https://www.tjsc.jus.br/web/imprensa/-/apontado-como-fantasma-ex-servidor-do-municipio-de-lages-tera-de-devolver-r-425-mil?inheritRedirect=true&redirect=%2F