Sessão Extraordinária para discutir o indiscutível

Senhores vereadores, queiram desculpar. Realizar Sessão Extraordinária para discutir o indiscutível? Com certeza passaram do limite. Será que é falta de conhecimento da Carta Magna do Município? Assinaram sem querer, ou querendo um Atestado que ninguém quer. São gafes como essa que, o  povão desanima, critica e, até perdem as esperanças por dias melhores. Pois se depender de alguns  legisladores, os anseios da comunidade ficarão no esquecimento. E depois, quando dizem que os eleitores não souberam escolher seus representantes no Poder Legislativo, de repente aparece um ou outro querendo defender o óbvio. Atitudes infantis, como essa, são imperdoáveis. Estão pedindo para ser criticados, pois quem não sabe que todo cidadão que trabalha, tem direito a férias? Pelo visto, os vereadores lageanos não sabem. Por isso queriam discutir sobre a entrada de férias do prefeito Ceron. “O tiro, saiu pela culatra”, se deram mal, e muito mal. Recomenda-se aos senhores vereadores que estudem mais a Carta Magna do Município de Lages. Decorem os artigos, onde estão mencionados sobre as férias do prefeito,  e a  não necessidade de pedir autorização à Câmara Municipal para ausentar-se em período de férias, passando o cargo ao vice-prefeito. Sessão Extraordinária para essa finalidade, é pedir para serem chamados de que? A resposta fica a cargo dos próprios vereadores.

Fica claro que, há exceções, não estamos generalizando.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário