Câmara dos Deputados aprova criação do Dia Nacional do Escotismo

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Câmara Federal, aprovou hoje, terça-feira, 16/01/2018 o Projeto que institui o Dia Nacional do Escotismo que será celebrado todo dia 23 de abril, cuja data é também considerada mundialmente o “Dia dos Escoteiros”, que é também o Dia de São Jorge, visto pelo movimento como um exemplo de coragem e determinação. O escotismo está na sociedade brasileira desde 1924, quando foi criada a União dos Escoteiros do Brasil. Na justificativa apresentada na Câmara dos Deputados, o autor do Projeto (PLC 69/2016), deputado Otávio Leite, (RJ), afirmou que “o Movimento é propagador de altruísmo, da lealdade, da fraternidade, da responsabilidade, do respeito a si mesmo e da disciplina perseverante”, reiterando ainda que, “o Movimento Escoteiro é baseado em um sistema de valores que visa desenvolver o senso crítico, a criatividade, a participação, o contato com a natureza e a espiritualidade. É um movimento de educação não formal, não faz distinção de credo, gênero ou etnia e não se vincula a partidos políticos, embora ofereça todas as oportunidades para o pleno desenvolvimento da cidadania ativa, através das diferentes formas de capacitação pessoal e da equipe.”, disse o autor do Projeto.Vale lembrar que o Projeto foi sancionado pelo Presidente da República, Michel Temer, como Lei 13.621 que institui o Dia Nacional do Escotismo.

Histórico:

O Escotismo foi fundado por Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, tenente-general do Exército Britânico. Na final da sua vida deixou uma mensagem com a seguinte finalização: “Estejam preparados, desta maneira, para viverem e morrerem felizes, sempre fiéis à Promessa Escotista, até mesmo depois que deixarem de ser jovens, e que Deus os ajude a cumpri-la.”  Vosso amigo, Baden-Powell.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário