//MDB define pré-candidatos às prefeituras da região serrana

MDB define pré-candidatos às prefeituras da região serrana

 O MDB está com as pré-candidaturas para as eleições municipais bem encaminhadas na serra catarinense. Em videoconferência realizada nesta semana com o presidente do partido em Santa Catarina, deputado federal Celso Maldaner, o senador Dário Berger e lideranças estaduais, os dirigentes emedebistas da região explicaram como cada município está se preparando para o pleito. Das 12 cidades que compõem sua coordenadoria regional, o partido já tem pré-candidatos à prefeitura praticamente confirmados em nove (veja relação ao final). A situação continua indefinida apenas em Lages, com as alternativas ainda sendo analisadas. Caso o ex-prefeito Elizeu Mattos não concorra pela volta ao cargo, não estão descartadas a hipótese de composição com outras legendas ou a indicação de outro nome. Independentemente do caminho a ser tomado, foi consenso entre os participantes do encontro virtual que uma campanha consistente na capital política e econômica da região acaba influenciando o desempenho dos candidatos do MDB nos municípios vizinhos.

— Lançarmos um projeto próprio em Lages significa divulgar nosso partido na propaganda eleitoral gratuita em rádios e tvs de toda a Serra. Há bastante espaço para crescermos e ampliarmos nossa base no planalto serrano, onde hoje temos dois prefeitos e dois vices — observou Maldaner.

Além dos cargos citados, o número de vereadores emedebistas na região passou de 29 para 31 vereadores após a janela partidária encerrada em 8 de março. As duas baixas registradas em Lages e em São José do Cerrito foram superadas por filiações em Bocaina do Sul (duas), Capão Alto (uma) e Palmeira (uma). O cenário exposto deixou Berger confiante em um grande desempenho, apesar das dificuldades impostas pelo isolamento social em decorrência da pandemia.

— Um bom resultado nas eleições municipais será determinante para as nossas pretensões de voltarmos a governar o Estado em 2022 — comentou Berger.

Também participaram da reunião a deputada estadual Ada De Luca; o ex-governador Eduardo Pinho Moreira; os presidentes do MDB Mulher-SC e da JMDB-SC, Dirce Heiderscheidt e Filipe Schmitz, e o vice-presidente estadual do partido, Edinho Bez. Até 28 de junho,  videoconferências diárias com todas as coordenadorias regionais emedebistas estão sendo promovidas para discutir estratégias para as eleições.

Pré-candidatos do MDB-SC às majoritárias nos municípios
que compõem a coordenadoria regional de Lages

Anita Garibaldi – Rosane Rodrigues (presidente do diretório municipal), prefeita

Bocaina do Sul – Rodrigo Barth (secretário municipal de Administração e Finanças), prefeito

Cerro Negro – Adenilson Barbosa (vereador), vice-prefeito

Campo Belo do Sul – Dauri Fernandes (presidente do diretório municipal), prefeito

Capão Alto – Zezo Pires (vice-prefeito), prefeito

Correia Pinto – Vânio Foster (ex-prefeito), prefeito

Lages – a definir

Otacílio Costa – Fabiano Baldessar de Souza (presidente do diretório municipal), prefeito

Painel – Mauro Arruda (assessor jurídico da prefeitura), prefeito

Palmeira – Orival Largura Avila (vereador), prefeito

Ponte Alta – Giovani Antunes da Luz (vereador) ou Lauri Antunes da Silva (candidato em 2016), prefeito

São José do Cerrito – Moacir Ortiz (vice-prefeito), prefeito