Força de Segurança notifica, multa e interdita estabelecimentos que não cumprem Decreto, neste sábado em Lages

Loja de departamentos(Havan), no Centro da cidade, foi interditada por um dia, na tarde deste sábado por não respeitar o horário limite de funcionamento

A Defesa Civil Municipal liderou uma equipe da Força de Segurança, na tarde deste sábado (1º de agosto) que interditou por um dia, uma loja de departamentos, localizada no Centro, após mais uma vez ignorar as orientações da Força de Segurança e não cumprir o horário de fechamento das portas do estabelecido para às 14 horas, nos sábados. A penalidade está prevista no Decreto 18.063, assinado pelo prefeito Antonio Ceron, no dia 16 de julho e deverá ser cumprida, obrigatoriamente, na segunda-feira (3 de agosto).

“Flagramos clientes entrando nesta loja após às 14h30. De imediato, juntamente com a Vigilância Sanitária e demais órgãos da Força de Segurança autuamos a gerência e aplicamos a penalidade prevista no Decreto que é a interdição por um dia”, explica o secretário executivo da Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.   

Fiscalização intensa

Enquanto as UTIs dos hospitais de Lages estão com 81% dos leitos para internamentos de Covid-19 ocupados, segundo a última atualização, e o número de casos confirmados do novo Coronavírus são de 1.213, sendo 460 pacientes em isolamento domiciliar, ainda se constata estabelecimentos comerciais e pessoas descumprindo as normas sanitárias de distanciamento social decretadas.

Já no início da tarde deste sábado (1º de agosto), a Força de Segurança notificou também um bar e restaurante. O estabelecimento não cumpriu as regras de distanciamento entre os clientes.

Outra ocorrência atendida, no início da tarde deste sábado, foi no alto do Morro Grande, onde um grupo de pessoas se reuniam para consumir bebidas alcoólicas. As várias equipes de vigilância atuam em áreas urbanas e rurais do município, com especial atenção a pontos turísticos como o Alagado do Salto Caveiras, o Morro Grande, Parque Jonas Ramos, Coxilha Rica, dentre outros.

A Fiscalização prossegue durante a noite deste sábado e no domingo (2) de forma intensiva com a participação conjunta, em comboio, da Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Diretran. “De segunda-feira a quinta-feira, as equipes atuam também intensivamente, porém com equipes formadas pela Defesa Civil, Polícia Militar e Diretran”, explica o secretário, Luiz Henrique.

O novo decreto municipal nº 18071, estrou em vigor na última semana e visa a aumentar as regras de funcionamento do comércio e de distanciamento social e do uso obrigatório de máscaras, impondo multas, notificações de interdição do funcionamento de estabelecimentos comerciais, por exemplo.

Autuações da Força de Segurança

Na noite de sexta-feira, 31 de julho e na madrugada de sábado, 1º de agosto, segundo relatório da Defesa Civil, a Força de Segurança visitou dezenas de estabelecimentos comerciais, onde orientou os proprietários e clientes sobre horários de funcionamento e regras de distanciamentos. Os primeiros relatórios apontam que quatro estabelecimentos foram interditados e uma pessoa foi notificada e multada por não usar máscara, no bairro Morro do Posto. “Atendemos várias denúncias de aglomerações de pessoas e destas resultaram em notificações e lavrados Termos Circunstanciados pelos agentes da Polícia Militar e Vigilância Sanitária”, relata o secretário executivo da Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.

Texto e Fotos: Iran Rosa de Moraes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário