Carmen alerta para dificuldades do futebol feminino na pandemia

A  deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) chamou atenção para as dificuldades financeiras que as jogadoras de futebol estão enfrentando com a  paralisação das atividades devido à pandemia.

“Mesmo com a pandemia, grande parte do patrocínio do futebol masculino foi mantido, enquanto as jogadoras passam por grandes dificuldades financeiras.  É preciso um olhar diferenciado para essas atletas. Este debate também diz respeito ao futebol feminino”, alertou a relatora da comissão externa.

A parlamentar também disse que a crise se alastra a outras atividades esportivas. Ela citou como exemplo o caso das jogadoras do time de futsal Leoas da Serra, de Lages. “Como estão fora da quadra, o apoio financeiro reduziu drasticamente. Mesmo com atuação destacada em campeonatos nacional e internacional, muitas não têm como sobreviver. Este debate não é apenas sobre o futebol masculino”, afirmou. 

Vários participantes que debateram na comissão externa o retorno do futebol durante a crise de calamidade, criticaram a forma precipitada como atividade esportiva tenha sido retomada. Mesmo sem a torcida nos estádios.

Os  jornalistas, entre eles  Juca Kfouri, alertaram para a falta de cuidados sanitários  para evitar a contaminação da covid nas equipes  de futebol.

CBF

Carmen Zanotto advertiu a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que os times que estão participando dos campeonatos devem seguir as recomendações do protocolo de saúde.

“A retomada das atividades tem que ser feita com toda a segurança para que possamos sonhar com a volta das torcidas.  Mesmo que o futebol seja a nossa paixão nacional, precisamos seguir à risca todas as recomendações de proteção à vida”, finalizou Carmen Zanotto.

Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!