Serra Catarinense tem redução no percentual de confirmados em uma semana

Semanalmente o setor de comunicação da Amures, realiza o levantamento e comparativo entre o número de confirmados, recuperados e óbitos. A boa notícia dessa semana é que percentualmente o número de confirmados em um período de sete dias foi menor em quatro semanas. A atualização foi finalizada às 14h dessa quarta-feira (19).

A contabilidade numérica dos casos na Serra está separada em 3.693 positivados, 2.670 recuperados e 66 óbitos. Uma exceção nesses registros, está no município de Painel. Um paciente obteve resultado falso-positivo. O Laboratório Central do Estado – Lacen, informou a Secretaria Municipal que uma nova análise havia sido feita e que o resultado então, deu negativo. Por esse motivo, a secretária municipal, Sirlei Andrade comunicou a redução nos números do município.

Capão Alto e Rio Rufino continuam com os números estáveis, sem nenhum aumento. Respectivamente seis e 14 casos confirmados. Seguido de São José do Cerrito com aumento percentual de 5,47% que representa um total de 77 casos positivados.

No topo do ranking, estão os municípios de Lages com 2.287, que representa um aumento de 20,74% em comparação com a última semana e Otacílio Costa com 301 casos positivados. Os registros Otacilienses subiram 38,07% em sete dias.

14 dos 18 municípios com registros de óbitos

Anita Garibaldi, Bocaina do Sul, Bom Retiro, Campo Belo, Capão Alto, Correia Pinto, Lages e Otacílio Costa. Além de Rio Rufino, São Joaquim, São José do Cerrito e Urubici. Todos esses municípios somam 66 óbitos por Covid-19. Bom Jardim da Serra registrou a primeira morte na manhã dessa quarta.

Lages e São Joaquim são os municípios com os maiores números de óbitos. São 43 e 4 respectivamente. A maior cidade da região, detentora dos leitos especializados para coronavírus encontra-se atualmente com 97% de ocupação nas UTIs. Vale ressaltar que a região continua sendo classificada como Risco Potencial Gravíssimo e que o Governo do Estado pode implementar medidas ainda mais restritivas a qualquer momento.

Fonte :Amures

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!