Decreto Municipal prorroga suspensão de visitas externas em casas asilares de Lages

Decreto nº 18.146 prevê ainda, multa de R$ 3.540,00 para os proprietários ou direção das Instituições de Longa Permanência que descumprirem normas

O Decreto Municipal nº 18.146, de 21 de agosto de 2020, prorroga por tempo indeterminado a suspensão de visitas externas nas Instituições de Longa Permanência, as casas asilares de Lages. Além de reforçar medidas e protocolos de higiene dos profissionais e ambientes e o isolamento dos sintomáticos respiratórios. Estas determinações visam à prevenção e combate ao novo Coronavírus (Covid-19).

Para auxiliar as casas asilares a Secretaria Municipal da Saúde, está realizando ações preventivas no Asilo Lar Menino Deus, localizado no bairro Petrópolis. Recentemente foram avaliados 73 idosos que são atendidos nesta instituição de longa permanência. A equipe técnica do Centro de Triagem e da Vigilância Epidemiológica, de Lages, se descolocaram até o local para avaliar os asilados. Profissionais do laboratório conveniado realizaram os testes do tipo PCR.

No total, 52 idosos e 16 funcionários do asilo realizaram o teste para a Covid-19. Destes, cerca de 70% apresentaram o vírus ativo, mas por critérios clínicos epidemiológicos, todos os asilados foram considerados positivados. Este é um protocolo adotado pelo Ministério da Saúde, quando os contatos diretos de positivos iniciam com sintomas, cumprem critério clínico epidemiológico para a doença, considerando assim, caso positivo.

Como o Asilo Lar Menino Deus está com colaboradores afastados devido à Covid-19, profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Petrópolis foram mobilizados para atuarem na instituição.  Para os casos específicos está sendo ofertado a oxigenoterapia e todo o suporte para esta casa asilar.

Ação semelhante está sendo realizada no Asilo Vicentino.

Texto: Flávio Fernandes / Colaboração: Ari Junior

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!