Resultados de óbitos são diferenciados

Em virtude da demora para contabilizar os óbitos está acontecendo as diferenças nos números. Por exemplo, no sábado, 22/08, o Boletim informava sobre 45 óbitos em Lages. No domingo ocorreu o falecimento de um cidadão (Fritz) do bairro Mariza.

E, no entanto, hoje, segunda-feira, o Boletim informava sobre apenas os 45 óbitos ocorridos em Lages. O fato é que, a Secretaria de Saúde de Lages somente contabiliza os óbitos a partir do momento em que a Declaração de Óbito é enviada pelos hospitais à Vigilância Epidemiológica Municipal. Portanto, não poderia ser diferente. E o resultado de hoje, às 08:00hs da manhã, dia 24/08, segunda-feira, só poderia ser de 45 óbitos. É uma questão de burocracia, já que o município necessita da Declaração de Óbito para contabilizar oficialmente. Sabe-se que esse fato deve ter sido tratado hoje em reunião com os gestores dos hospitais de Lages, visando melhorar o tempo das atualizações. Hoje por exemplo, as informações por parte do Estado dava conta de  que são 47 óbitos em Lages.

Enquanto o município, divulgou 45. Partindo dessa premissa, surge a seguinte informação: se uma pessoa der entrada hoje num hospital com sintomas confirmados de Covid 19, e vier a falecer, a causa mortis será divulgada somente depois dos 07 dias, quando a documentação confirmar? Certamente que, essa situação será motivo para outras indagações.

Atualização das 18hs desta segunda-feira , dia 24/08.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!