TSE divulga gastos permitidos aos candidatos na Região Serrana

Analisados os critérios enviados pelos partidos, o TSE – Tribunal Superior Eleitoral definiu os valores de gastos dos prefeitos e vereadores dos municípios da Região Serrana durante o pleito eleitoral de 2020. Eis a definição: Em Correia Pinto o candidato a prefeito que vai disputar a eleição vindoura deverá prestar contas à Justiça Eleitoral de um gasto máximo de R$ 179.621 reais. Já em Lages, o candidato a prefeito ou prefeita poderá gastar no máximo R$ 1.049.149 reais. Os outros municípios que integram a AMURES- Associação dos Municípios da Região Serrana, excetuando Lages e Correia Pinto, o teto é o mesmo; como por exemplo, Capão Alto, Otacílio Costa, Palmeira, Bocaina do Sul, Anita Garibaldi, Campo Belo do Sul, São Joaquim, Cerro Negro, São José do Cerrito, Painel, Ponte Alta do Sul, Rio Rufino, Urupema. Urubici e Bom Jardim da Serra, cada candidato a prefeito poderá gastar no máximo R$ 123.077,00 reais.

Vereadores

O candidato a vereador em Correia Pinto poderá gastar R$ 16.085,00 reais. Em Otacílio Costa cada candidato que vai pleitear uma das 11 vagas, poderá gastar até, R$ 20.072,00 reais,  Em Lages, cada candidato a vereador que pretende ocupar uma das 16 vagas da Câmara Municipal, poderá gastar no máximo até R$ 42.002,00 reais. Em relação aos demais candidatos dos outros municípios serranos, poderão gastar até R$ 12.307,00 reais.

A divulgação dos limites de gastos dos candidatos foi divulgado no dia 02/09/2020 quarta-feira, pelo TSE.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!