Serra Catarinense retoma estabilidade da pandemia

Um dos números mais impactantes aos gestores municipais e profissionais da saúde durante a pandemia da Covid-19, são os óbitos. Entre os dias 02 e 09 de setembro, foram registrados cinco na região. Do dia 09 até 17, foram mais nove vítimas fatais. E baixar estes índices foi o desafio da última semana.


Desafio este conquistado, segundo apurou o levantamento do setor de Comunicação da Amures. Apenas duas mortes, uma delas no final da tarde desta terça-feira (22), foram registradas no período. E o primeiro caso de óbito de Cerro Negro atribuído ao coronavírus.
É importante salientar que até esta terça-feira, a região da Amures estava no quinto dia consecutivo sem mortes ocasionadas pela Covid-19. No total até a tarde desta quarta-feira (23), são 103 óbitos na abrangência dos municípios da Serra Catarinense.
O levantamento é feito no intervalo de sete dias e tem como base os dados informados pelas Secretarias Municipais de Saúde. O relatório da última semana, apontava para uma elevação percentual dos casos de coronavírus positivados e óbitos. Pode-se pensar que seja fruto do relaxamento das medidas preventivas no feriado da Independência.
Pelo levantamento desta quarta-feira, as reduções percentuais marcam o retorno da estabilidade na região. Em números absolutos, a região conta com 5.427 positivados, 5.059 recuperados, além dos óbitos.
Outro dado importante é a recuperação. No geral são mais de 94,21% os casos positivados, contando com a elevação semanal de 5,83% entre os últimos sete dias. Esse dado mostra que oito, dos 18 municípios da região não possuem nenhum caso ativo no momento.
Esse relatório aponta também, que na última semana houve um aumento de 3,05% nos novos casos. Os municípios que mais aumentaram foram Lages, com 77 novos positivados, seguido de Correia Pinto com novos 20 e Otacílio Costa com outros 16.
A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 está em 33% e reduzindo significativamente a cada semana. A manutenção das medidas preventivas como uso de máscara, álcool, não aglomeração e distanciamento social continuam e são importantes para o controle ainda melhor da pandemia.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!