Sala de Raio X da UPA aguarda laudo técnico para funcionamento e garantirá mais estrutura de atendimento durante a pandemia da Covid-19

Profissional especializado fará as medições radiométricas no dia 5 de outubro, sendo que uma vez aprovadas, a Sala de Raio X entrará em funcionamento imediatamente

A partir da segunda semana de outubro, é bem provável que já entre em funcionamento a Sala de Raio X da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA). Tudo está pronto, com o aparelho de Raio X já instalado, equipe de profissionais radiologistas devidamente contratada, através de processo seletivo, e o que falta é o laudo radiométrico da sala. Com esta medida a saúde pública de Lages estará mais estruturada com equipamentos novos e de alta tecnologia, durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Este laudo compreende um levantamento técnico com o objetivo de medir os níveis de radiação no interior da sala e nas áreas circunvizinhas (entorno), avaliando-se se tais níveis estão dentro do padrão de tolerância para “radiações ionizantes”.

O diretor da UPA, Gilmar Ribeiro, disse que o laudo técnico será realizado no próximo dia 5 de outubro e uma vez aprovado, a Sala de Raio X já entrará em funcionamento de imediato. Atualmente, os pacientes que precisam de exame de Raio X têm de ser deslocados ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. “Teremos um tempo-resposta muito importante no atendimento dos pacientes, com os exames sendo realizado na própria UPA. O aparelho já instalado é digital, de última geração tecnológica (computadorizado), sendo que tão logo o exame é concluído, as imagens poderão ser visualizadas pelo médico, através do computador”, fala Gilmar.

Para a compra do aparelho de Raio X tiveram de ser realizadas duas licitações e com o surgimento da pandemia do novo Coronavírus, a empresa vencedora havia pedido mais prazo para a entrega do aparelho. Com a chegada do aparelho, adaptações tiveram de ser feitas na Sala, em relação as instalações elétricas, sendo necessário implantar dutos subterrâneos.

Texto: Iran Rosa de Moraes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!