Força de Segurança realiza média de seis mil vistorias e duas mil notificações por mês

Nestes quase sete meses de trabalho, é realizada uma média de 20 vistorias diárias durante a semana e 30 nos finais de semana, de sexta a domingo, totalizando cerca de 40 mil vistorias

Desde que iniciou a quarentena, no dia 10 de março, a Força de Segurança trabalha incansavelmente todos os dias para cumprir a missão de informar, orientar e, quando necessário, notificar pessoas e estabelecimentos que não cumprirem as regras de segurança sanitária, devido ao novo Coronavírus. Há exatos 195 dias as equipes, formadas pela Defesa Civil Municipal, Vigilância Sanitária, Diretran, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar percorrem as principais avenidas, ruas e praças, visitam estabelecimentos comerciais e gastronômicos, além da verificação de eventuais denúncias nos bairros.

Nestes quase sete meses de trabalho, é realizada uma média de 20 vistorias diárias durante a semana e 30 nos finais de semana, de sexta a domingo, totalizando cerca de 40 mil vistorias. São aproximadamente seis mil vistorias por mês. Já foram emitidas cerca de duas mil notificações, com multas que variam entre R$ 354,00 a R$ 3.540,00, conforme a gravidade da infração.

Não será diferente neste final de semana. Às 19h desta sexta-feira (25 de setembro) as equipes já estavam prontas para o trabalho, na sede da Defesa Civil Municipal, localizada no Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazzera e assim iniciarem mais um turno de fiscalizações, que se estende ao longo da noite e madrugada. O trabalho terá continuidade neste sábado e domingo. “Foram meses de fiscalizações todos os dias. Os números da pandemia começaram a se retrair na nossa região, felizmente, mas não podemos baixar a guarda, afinal, o vírus ainda não foi embora. Se a população não continuar a tomar as medidas de proteção e prevenção poderemos ter uma nova onda de casos e mortes”, explica o secretário executivo da Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.

Texto e fotos: Aline Tives

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!