Coronavírus: moradores de Lages devem estar atentos à retomada de atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde

Alguns procedimentos que estavam temporariamente paralisados foram retomados. Unidades vão continuar com horário de atendimento estendido das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

A Secretaria Municipal da Saúde retomou na terça-feira (29 de setembro) os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), tendo em vista a redução dos índices relacionados à pandemia da Covid-19 em Lages. Os dados detalhados podem ser consultados no mais recente Boletim Epidemiológico disponível no site https://www.lages.sc.gov.br/lages-contra-o-coronavirus/

Importante esclarecer que nos últimos meses não houve fechamento das UBS, ao contrário, mesmo durante a pandemia o horário de atendimento foi estendido por 12 horas diárias, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. O que exigiu adequações na rotina de profissionais da saúde e da comunidade, é que apenas atendimentos de urgência e emergência e procedimentos previamente agendados, vinham sendo realizados.

Seguindo portaria do Ministério da Saúde, o Município restringiu as visitas domiciliares realizadas pelos Agentes Comunitários de Saúde aos casos mais urgentes. As visitas de rotina foram canceladas temporariamente, como medida preventiva. Nesse período os agentes de saúde utilizaram a tecnologia, telefone e aplicativo de mensagens instantâneas (WhatsApp) para orientar pacientes em situações de rotina.

A diretora de Atenção Básica, da Secretaria Municipal da Saúde, Francine Formiga explica os procedimentos que voltaram a ser realizados. “Estamos retomando a coleta de preventivo, consultas de hipertensos, diabéticos, pré-natal, consultas de rotina, puericultura, que é o atendimento de crianças até dois anos de idade”, acrescenta.

Os atendimentos por estratificação de risco estão ocorrendo da seguinte forma: nas unidades que dispõem de uma equipe, entre 7h e 10h, que é o caso dos bairros São Francisco, São Carlos, São Miguel, Caça e Tiro, Vila Nova, Vila Mariza, Frei Rogério, Centro e Universitário. Nas unidades com duas equipes ou mais, a estratificação também acontece entre 7h e 10h e no período vespertino, das 13h às 15h. Os demais horários são programados para atendimentos agendados.

Mesmo com a retomada dos atendimentos, a diretora de Atenção Básica, Francine Formiga, reforça que a recomendação é que a comunidade procure a unidade de referência somente quando for extremamente necessário. “Não podemos esquecer que ainda estamos em uma pandemia, devemos evitar aglomerações em todos os locais. Por mais que os atendimentos estejam liberados, solicitamos que as pessoas procurem as unidades somente se houver necessidade”, acrescenta.

Monitoramento de casos relacionados à Covid-19

As Unidades Básicas de Saúde seguem realizando o monitoramento de pacientes suspeitos e positivados da Covid-19. Conforme consta no Boletim Epidemiológico dessa semana, um total de 11.491pessoas foram monitoradas até a segunda-feira (21 de setembro).

Se a pessoa tiver alguma dúvida ou apresentar sintomas característicos da Covid-19, a orientação é ligar para a Central de Atendimento pelos números (49) 3251-7601 ou 3251-7602, que funciona 24 horas por dia, para receber orientações de como proceder. Se for o caso, o paciente é orientado a se dirigir ao Centro de Triagem da Covid-19, no prédio do antigo Pronto Atendimento Tito Bianchini.

Para outras situações, que não envolvam suspeita de Coronavírus, nos horários que as Unidades Básicas de Saúde estiverem fechadas, a população pode procurar a UPA 24 Horas, localizada no bairro Universitário.

Sobre as UBS’s

O município de Lages conta atualmente com 26 Unidades Básicas de Saúde no perímetro urbano que estão em funcionamento. Já os atendimentos das oito Unidades de Saúde situadas no interior permanecem centralizados na Policlínica Municipal, e deverão ser retomados na próxima semana diretamente nas localidades.

A recomendação é que as pessoas tenham em mãos ao procurar as UBS’s, o cartão da família, o cartão SUS e um documento oficial com foto.

Texto: Flávio Fernandes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!