Candidatos à Prefeitura de Lages, Carmen e Samuel aliam experiência e juventude

Ela tem credibilidade, experiência de 30 anos na vida pública, sendo reconhecida nacionalmente pelo seu trabalho; ele tem coragem, criatividade e carrega na bagagem uma série de serviços prestados à comunidade. Candidatos à Prefeitura de Lages pela coligação “Trabalho e Amor por Lages”, Carmen Zanotto (Cidadania) e Samuel Ramos (DEM) reúnem experiência, juventude e estão prontos para administrar Lages.

Carmen é lageana. Graduada em enfermagem e obstetrícia pela Faculdade do Alto Uruguai Catarinense, possui especialização em Administração Hospitalar pela Faculdade São Camilo (SP); Saúde Pública pela Universidade de Ribeirão Preto (SP; Recursos Humanos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além de formação em Políticas para Primeira Infância na Universidade Harvard, nos Estados Unidos.

Vida pública- Na carreira pública, em Lages, Carmen foi enfermeira e diretora de Enfermagem do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (1986 – 1992); enfermeira diretora Administrativa do Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos (1992 – 1993) e atuou como secretária Adjunta e Secretária de Estado da Saúde (2003 – 2010). Na política, foi vereadora, em Lages, entre 2001 e 2004 e está no seu terceiro mandato como deputada federal.

Como parlamentar, é autora de leis importantes, como a “Lei dos 60 dias”, que garante aos pacientes com neoplasia maligna início ao tratamento no SUS no prazo de até 60 dias, e também a “Lei dos 30 dias, que assegura aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com suspeita de câncer o direito a exames que confirmem a doença no prazo de 30 dias.

Além disso, Carmen é signatária de outras importantes conquistas na área da saúde. É autora da Lei 13.733/2018, que oficializou a campanha “Outubro Rosa” e do Decreto Legislativo 177/2017, que retoma a obrigatoriedade, já prevista em lei, do SUS pagar mamografia a todas as mulheres, a partir dos 40 anos, como exame de rotina. Por conta de seu trabalho na Câmara Federal, Carmen ganhou vários títulos como a melhor deputada.

De Lages, por Lages!
Samuel Ramos, por sua vez, tem 31 anos. De família humilde e trabalhadora, ele nasceu e cresceu no Bairro Guarujá. Na adolescência, começou a desenvolver seu lado político, atuando como defensor de causas sociais, estudantis, esportivas e culturais, tendo um forte o envolvimento com os Centros de Tradições Gaúchas (CTGs).

Formado em Direito pela Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), pós-graduado em Gestão Pública com ênfase em educação e MBA com gestão empresarial, é um comunicador nato, dessa forma, utiliza-se da comunicação e de sua vontade por justiça e igualdade social, para fazer palestras e motivar pessoas a desenvolver o espaço em que estão inseridas. Jogou em clubes como o Internacional de Lages, Chapecoense e Joinville. Trabalhou como porteiro, entregador de água de bicicleta e estagiário na Junta Militar.

Samuel iniciou sua carreira na vida pública em 2011, como estagiário na extinta Secretaria de Desenvolvimento Regional (ADR), onde foi analista de licitação. De 2014 a 2016, foi gerente da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação de Santa Catarina (Agência Regional de Lages). Em 2016, foi o terceiro vereador mais votado da cidade de Lages, totalizando 1.815 votos.

Carreira política – Na Câmara de Vereadores de Lages, Samuel foi autor de propostas municipais importantes, como a que estabeleceu incentivo ao empreendedorismo, instituindo a segunda semana do mês de setembro como a “Semana do Empreendedorismo”. Também atuou na proposta que determinou premiações igualitárias entre homens e mulheres em eventos esportivos que possuam divisão de categorias, e cujos prêmios serão pagos com dinheiro público ou por entidades que se beneficiem de dinheiro público.

De 2017 a 2020, foi secretário de Assistência Social e Habitação de Lages. No comando da pasta, participou de importantes iniciativas, sendo um dos idealizadores da regularização Fundiária, uma ação que resultou na entrega de 1600 escrituras de terrenos. Também atuou em ações referentes à política da terceira idade, Centro de Convivência do Idoso, Centro Dia do Idoso, Lages Leãozinho e Programa Reuso.

Em 2018, foi um dos 102 líderes políticos selecionados pela Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (Raps), no universo de 1.038 inscritos. Criada em 2012, a Raps é destinada às pessoas comprometidas com os valores e princípios da ética, transparência e sustentabilidade que já possuem mandatos eletivos ou pretendem disputar, em busca do aperfeiçoamento do processo político e da qualidade da democracia brasileira.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!