Muita fé e devoção no dia de Nossa Senhora Aparecida

Fé, devoção, agradecimento e bênçãos. Com esses sentimentos é que os fiéis participaram das homenagens a Nossa Senhora Aparecida.
A igreja católica é uma das poucas que preservam os protocolos de cuidados em relação ao Coronavírus. Desde o início dos isolamentos até agora. A diocese de Lages vem mantendo essa linha de ordem e prevenção.

No Brasil, uma das datas mais importantes para a igreja e seus devotos, é o dia de Nossa Senhora Aparecida. Em Lages, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida do Navio, como é tradição, iniciou às celebrações a partir das 6h da manhã com a Alvorada Mariana, destacando orações e agradecimentos, além do tradicional toque do sino, e se estendeu até às 19h. Após essa primeira parte das celebrações, os fiéis foram em carreata até o Centro Serra, onde foi realizada a missa solene, em formato de Drive-In, a primeira a ser realizada aqui na Serra Catarinense, presidida pelo bispo diocesano Dom Guilherme Werlang. De acordo com Frei Miguel da Cruz, a missa era uma das preocupações, já que não faziam ideia do número de pessoas que iriam ao evento. De acordo com Frei Miguel, além de Lages, muitas pessoas de outras localidades também vieram para agradecer a padroeira.

“Foi um momento muito especial e superou nossas expectativas, pois, foi a primeira vez que a igreja realizou um evento no modelo drive-in”, disse o religioso. No pátio do Centro Serra foi instalado um cordão de isolamento com as devidas distâncias, para as pessoas sem carro, e mais ao lado, os veículos com famílias que puderam acompanhar a missa. Frei Miguel destaca ainda que, tudo ocorreu dentro da normalidade. Em seguida, também em carreta, os fiéis, percorreram ruas e avenidas da cidade até chegar na igreja, na Av D. Pedro II para a bênção dos veículos. Ao final voluntários retiraram a imagem de Nossa Senhora Aparecida do altar sobre o caminhão e a devolveram no altar. Na matriz, foram entregues os churrascos, maionese e saladas, também uma tradição das comemorações.

No mesmo dia, às 15h estará send/ realizada a celebração das crianças e da saúde e encerramento às 19h com a missa de encerramento. Frei Miguel lembrou ainda que as festividades em homenagem à Nossa Senhora Aparecida iniciaram já no dia 30 de setembro com a tradicional novena. O religioso destaca ainda o empenho dos agentes de trânsito no suporte ao trânsito em todo o trajeto da procissão e à Madeireira Rodrigues que há oito anos disponibiliza um caminhão carreta para transportar a imagem da santa.

Texto: Toninho Goulart e Marvadeza

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!