Serra Catarinense mantém estabilidade da pandemia e registra taxa de letalidade de 1,95%

O levantamento semanal realizado pelo setor de comunicação da Amures, aponta para uma redução sequencial da porcentagem dos casos confirmados, recuperados e óbitos do novo Coronavírus. Ou seja, os casos seguem aumentando, mas em baixa escala. O relatório foi finalizado às 17h desta quarta-feira (14), com base nos dados informados pelas Secretarias Municipais de Saúde.


Em comparação com a última semana, os casos confirmados haviam aumentado 2,73%. Nesta semana, a taxa baixa para 2,54%, totalizando 5.890 pessoas. As recuperações que haviam aumentado na semana passada, entre os dias 30 de setembro e 07 de outubro para 4,68%, caem nesta semana para 1,67%, sendo esta a menor taxa de aumento de recuperados num período de quatro semanas. Em números totais são 5.592, o que representa 94,94% dos casos.
Os óbitos continuam crescentes, mas seguem a taxa da redução percentual. Nos últimos sete dias foram registrados três novos casos fatais. Dois em Lages e um em Correia Pinto. O aumento desta semana foi de 2,67%, comparado com os 2,75% da semana passada.
A nível estadual, a Serra Catarinense está classificada como Risco Potencial Alto para contaminação da Covid-19. Essa classificação possibilita uma flexibilização dos setores públicos e privados, além da realização de alguns eventos, desde que haja liberação prévia por decreto municipal.

Com informações da Amures

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!