Livre do papel, tramitação de processos será mais rápida na comarca de Otacílio Costa

Todos os 4.928 processos que tramitam na comarca de Otacílio Costa, na Serra Catarinense, são digitais. A equipe finalizou esta semana a digitalização e migração para o sistema eproc. Agora, 100% on-line, o tempo dos processos reduzirá, além de trazer outros benefícios para jurisdicionados, advogados e servidores.

Com a suspensão dos atendimentos presenciais durante a pandemia, a comarca dedicou boa parte do tempo para digitalizar os processos que ainda eram físicos, inseri-los no eproc e migrar do sistema antigo, o SAJ. No Tribunal de Justiça, em Florianópolis, outros profissionais escanearam uma parte do acervo físico.

A tecnologia possibilitará acompanhar o andamento do processo de forma facilitada, de onde estiver e sem que partes e advogados precisem se deslocar até o fórum. Há um avanço no quesito celeridade com a tramitação mais dinâmica e automatizada. Sem mais papéis, inutilizam-se as prateiras e há um ganho de espaço físico.

A unificação dos processos num único sistema facilita e torna mais produtivo o trabalho dos servidores. O eproc faz de forma automática diversos atos que até então eram feitos manualmente. “Perdia-se muito tempo com cargas, busca de processos e numeração de páginas, por exemplo. Agora, teremos mais agilidade na realização das atividades típicas de cartório”, destaca a servidora Maria Alzira de Liz, ao lembrar que a integração entre servidores do cartório e gabinete do magistrado é maior nesse novo sistema.

Taina Borges

NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste 

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!