Em reunião do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento da Covid-19, Poder Executivo informa elaboração de decreto para reforçar recomendações a candidatos

O alerta continua em vigência e todo cuidado ainda pode ser interpretado como pouco tamanha a preocupação com a vida

Membros do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento da Covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus), instituído em Lages em meados de março, no início da pandemia, estiveram reunidos de forma remota (por videoconferência) no meio da tarde desta terça-feira (20 de outubro), para explanar, discutir e entrar em consenso sobre alguns tópicos em relação ao enfrentamento e prevenção a novas transmissões pelo novo Coronavírus. Durante o encontro online foram compartilhadas informações relacionadas à atualização do Boletim Epidemiológico, elaborado pela Secretaria Municipal da Saúde de Lages na manhã desta terça (20).

Ainda nesta semana o chefe do Poder Executivo Municipal, Antonio Ceron, deverá elaborar e tornar público à sociedade um decreto municipal de recomendações sanitárias aos seis candidatos a prefeito e aos 240 vereadores concorrentes ao pleito eleitoral municipal, cuja votação está programada para o dia 15 de novembro, domingo, feriado nacional em celebração à Proclamação da República. Este documento a ser emitido pela prefeitura servirá como um reforço das orientações já emitidas pelo Ministério Público (MP) Eleitoral, em relação a reuniões partidárias e aglomeração de pessoas durante o período de campanha.

Por outro lado, o Poder Executivo aguarda nova avaliação do Governo do Estado de Santa Catarina/Secretaria de Estado da Saúde, manifestando o status da Serra Catarinense de classificação de risco potencial da Covid-19, atualmente na cor laranja, nível considerado grave no mapa de risco, para então, posteriormente, tomar novas decisões cabíveis.

Em níveis gerais, o Poder Executivo reiterou atenção dos gestores em suas diversificadas esferas para reafirmar a necessidade de permanência da prática das medidas sanitárias, sem relaxamento, como uso de máscara de proteção visual e de álcool gel em concentração 70% e distanciamento social de no mínimo 1,5 metros entre as pessoas. Da reunião online participaram integrantes de instituições públicas de saúde, educação e segurança e de entidades de classe.

Texto: Daniele Mendes de Melo/Fotos gerais: Toninho Vieira

Imagem quadro geral de participantes videoconferência: Pablo Gomes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!