Carmen e Samuel pretendem criar loteamento empresarial

Um dos maiores problemas de Lages é a falta de oportunidades de emprego. Nos primeiros cinco meses deste ano, 1.503 pessoas ficaram desempregadas na cidade, conforme dados do Novo Caged – órgão ligado ao Ministério da Economia.  O número é extremamente preocupante se comparado aos dados de 2019, quando o saldo positivo do ano inteiro foi de 920 vagas (diferença entre contratações e desligamentos).  Uma das formas de mudar esta realidade é a instalação de novas empresas e a ampliação das existentes no nosso município.

Preocupados com essa situação, os candidatos à Prefeitura de Lages, Carmen  Zanotto (Cidadania) e Samuel Ramos (DEM) afirmam que irão trabalhar para expandir as empresas locais, criando uma nova área industrial na cidade. A ideia é transformar o espaço onde seria instalada a Sinotruk, no Distrito de Índios, às margens da BR-282, num loteamento empresarial. O local possui cerca de 150 hectares.
Para a dupla, Lages precisa gerar mais emprego e renda, oferecendo, assim, mais oportunidades aos lageanos. Neste contexto, a área ociosa onde seria implantada a montadora chinesa, é tida como peça chave neste processo. “Vamos usar este espaço para o fortalecimento dos empreendimentos do nosso município construindo um loteamento para as empresas”, afirma Carmen.

Ela ressalta que é necessário buscar soluções para enfrentar os desafios no mercado de trabalho no pós-pandemia, além de assegurar a recuperação dos empreendimentos afetados pela crise, uma vez que muitas empresas fecharam as portas durante a pandemia, causando desemprego e retração da atividade econômica.

“A situação pede medidas diferenciadas e enérgicas. Vamos desenvolver Lages de forma integrada, estimulando todos os setores produtivos: as micro, pequenas e grandes empresas; a indústria, o comércio e serviços. Todos somos responsáveis em levar a marca Lages para frente. Vamos fazer uma Lages melhor”, declara a candidata.

Proposta é unir as necessidades do mercado com qualificação profissional

Gerar emprego e renda é uma das propostas de Carmen e Samuel. Se eleito, o governo da dupla pretende firmar parcerias com sistemas de ensino profissionalizante (Sistema S e universidades), visando ampliar a oferta de mão de obra qualificada. Por meio do “Emprego Já” – um programa de governo, pretende-se ajudar a pessoa a ingressar no mercado de trabalho. O objetivo é aumentar a oferta de emprego à população, qualificando o trabalhador conforme as necessidades das empresas.

“Para a gente garantir o Emprego Já, precisamos oferecer qualificação profissional aos trabalhadores, indo ao encontro das necessidades do mercado. O que a gente ouve do setor produtivo é que faltam profissionais qualificados. Temos que acertar essa engrenagem entre a necessidade do setor produtivo e a necessidade de quem está precisando de trabalho. É por aí que tem de ser, não vejo outra forma (para resolver a questão do desemprego)”, destaca Carmen.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!