Percentual oscila e mantém estável contágio na Serra Catarinense

Novembro começa com estabilização em alta, do percentual de casos de Covid-19 na Serra Catarinense, segundo levantamento semanal realizado pelo setor de Comunicação da Amures. Pelos dados finalizados às 11h desta quarta-feira (04), as informações compiladas junto às Secretarias Municipais de Saúde apontam para um total de 6.922 casos confirmados, 6.175 pacientes recuperados e 131 casos fatais.


O relatório compara dados num período de sete dias. Na última semana, entre os dias 21 e 28 de outubro, o aumento percentual de casos positivados foi de 7,76% e nesta semana de 5,05%.
Os casos recuperados que anteriormente apresentaram aumento percentual considerável, reduziram neste último levantamento. No relatório passado, o aumento foi de 4,98%. Nos últimos sete dias, baixou para 3,17%.
Os óbitos continuam crescendo, mas seguem o ritmo dos demais dados, com redução percentual nesta semana. Entre os dias 21 e 28 de outubro, o aumento foi de 5,83% em comparação com os 4,14% dos últimos sete dias.
Esses números apontam para uma crescente na pandemia e que mesmo oscilando, a Serra Catarinense pode iniciar um novo pico de contaminação. Esse resultado influencia diretamente na avaliação da Matriz de Risco Potencial do Governo do Estado que na semana passada, alterou a situação da região para nível grave, ampliando as restrições.
As secretarias municipais de saúde e demais órgãos competentes, seguem alertando a população sobre a importância da prevenção, utilização de máscara e álcool. Além de evitar aglomerações e promover o distanciamento social.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!