Secretário se compromete em ajudar instalação de depósito do Mercado Livre em Lages

O secretário de Estado da Fazenda assumiu, após pedido do deputado Marcius Machado (PL), o compromisso de encaminhar a proposta para instalação do Centro de Distribuição (CD) ao Mercado Livre, em Lages, ao e-commerce.

A empresa pretende investir em Santa Catarina e Lages surgiu como uma das possíveis cidades a receber o empreendimento. O deputado Marcius Machado encaminhou, em julho desse ano, uma indicação ao Governo do Estado, Secretaria da Fazenda e Prefeitura de Lages para que haja uma união de esforços, a fim de que a cidade seja a escolhida.

Em sua justificativa pelo pedido, Marcius aponta que o estado catarinense é capaz de ofertar benefícios fiscais diferenciados, acesso rodoviário, aeroportuário e portuário capazes de atender a demanda da respectiva empresa.

Em junho deste ano, o Secretário de Estado da Fazenda de Santa Catarina, Paulo Eli, confirmou o interesse do Mercado Livre em instalar um Centro de Distribuição no estado e afirmou que foi concedido o regime tributário especial para a empresa.

A companhia confirmou a desistência da empresa pelo investimento em Gravataí, no Rio Grande do Sul, onde estava em processo avançado de instalação. O projeto foi suspenso porque o governo gaúcho não aceitou ofertar um regime especial.

O Mercado Livre é uma empresa argentina de tecnologia que oferece soluções de comércio eletrônico (e-commerce) para que pessoas e empresas possam comprar, vender, pagar, anunciar e enviar produtos por meio da internet. Opera em 19 países, tem cerca de quatro mil funcionários e é o sítio de comércio online mais popular da América Latina em número de visitantes.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!