Novos casos de Coronavírus é o maior em quatro meses

Uma análise do setor de Comunicação da Amures confirma, os novos casos de Coronavírus alcançaram o maior índice de contaminação dos últimos quatros meses. Desde o mês de julho, não se registrava um aumento tão acentuado de confirmações. Nos últimos sete dias, entre os dias 11 e 18 de novembro, foram registrados 758 novos casos em toda a região. Ou seja, aumentou 10,17% em relação à semana anterior.


O relatório é feito de forma semanal e disponibilizado para comparativos em um período de quatro semanas. Entre os dias 04 e 11 de novembro foram registradas 531 novas contaminações, equiparando com os meses de julho e agosto, quando eram registrados entre 400 e 600 novos casos semanais.
Nos últimos dias, uma série de imagens circulam pelas redes sociais, mostrando o enorme volume de pessoas no Centro de Triagem em Lages, que é responsável pelo atendimento das pessoas com sintomas de região. Inclusive, na última semana, o centro atingiu o maior número de atendimentos desde o início da pandemia em um só dia, com 276 pacientes.
O aumento é reflexo do relaxamento e da não utilização pelas pessoas, de máscara, álcool e por não respeitar o distanciamento social. Além de não adotar os protocolos preventivos relacionados às doenças respiratórias e não promover o isolamento em massa.
Em uma rede social, o Médico Clínico Vinicius Narciso, faz uma alerta dessa crescente onda de contaminações, somente em Lages, que é a maior cidade da Amures e que detém os hospitais referência em tratamento da Covid-19. “Estamos positivando cerca de 70 pessoas por dia, se continuar, em 10 dias teremos 700 novos casos, somente em Lages. Sabemos que 85% dos pacientes evoluem bem, mas 15% – 105 pessoas – podem necessitar de hospitalização, e desses 5% – 35 pessoas – podem necessitar de UTI”.
Essa é uma análise de um profissional da área da saúde, sendo que esses dados não são precisos e podem ser menores ou maiores.
Por outro lado, os casos recuperados e óbitos reduziram nos últimos sete dias. Com um aumento de 7,71%, a região contabiliza 7.201 casos recuperados. Nos óbitos, que na semana anterior aumentaram 6,87%, nesta semana reduziram percentualmente para 2,85%, que em números totais são 144 vítimas fatais.
A orientação das Secretarias Municipais de Saúde é para que as pessoas adotem medidas que evitem a disseminação do novo Coronavírus. Além de resguardar vidas, ainda contribui para que a região não chegue ao nível gravíssimo de contágio.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!