Coronavírus: Unidades Básicas de Saúde de Lages seguirão atendendo exclusivamente os casos de urgência e emergência na próxima semana

Decisão foi tomada após análise dos indicadores que mostram agravamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) no cenário local e da nova classificação regional na Matriz de Risco Potencial do Governo do Estado de Santa Catarina.

Nesta semana o Governo do Estado de Santa Catarina divulgou a atualização da Matriz de Risco Potencial, onde a Serra Catarinense migrou da classificação Laranja (risco Grave) para a cor Vermelha (risco Gravíssimo). A taxa de ocupação de leitos de enfermaria destinados a pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19 chegou nesta sexta-feira (27 de novembro), a 75%. Já os leitos de UTI Covid disponíveis na rede hospitalar em Lages, permanecem no patamar de 100% de lotação.

Como medida preventiva, a Prefeitura de Lages, através da Secretaria Municipal da Saúde manterá na próxima semana, a suspensão dos atendimentos eletivos (não urgentes) que já estavam agendados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). “Importante explicar que as 27 Unidades de Saúde permanecerão abertas das 7h às 19h, de segunda-feira a sexta-feira para atendimento exclusivo dos casos de urgência e emergência, mediante protocolo de estratificação de risco”, explica a gerente das UBS, Melyssa Palma Nunes.

Os profissionais da saúde cumprirão a respetiva carga horária de trabalho com atenção voltada ao acompanhamento dos pacientes da Covid-19. Nessa semana Lages registrou 2.714 pacientes monitorados, número mais alto desde o surgimento da pandemia. “Em apenas duas semanas tivemos mais de 1.600 casos confirmados da Covid-19 em Lages. Além de intensificarmos a fiscalização nas ruas, inclusive com uso de drones, estamos adotando outras medidas para evitar que a disseminação da doença aumente, mas cada pessoa deve fazer a sua parte nessa batalha contra o Coronavírus”, ressalta o secretário Municipal da Saúde, Claiton Camargo de Souza.

A diretora de Atenção Básica, Francine Formiga explica que os procedimentos que estavam agendados nas UBS’s serão remarcados. “Estamos suspendendo temporariamente as consultas médicas e odontológicas, coleta de preventivo, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite, mas esses procedimentos serão remarcados assim que possível”, esclarece. 

Alguns dos atendimentos que estão mantidos

As gestantes continuarão recebendo acompanhamento das esquipes de saúde da família na UBS de referência. As salas de vacina seguirão abertas para atender a população, no entanto, a recomendação é que a pessoa, antes de sair de casa, ligue para a UBS mais próxima da sua residência, para certificar-se da escala de atendimento dos vacinadores. Já as visitas presenciais dos Agentes Comunitários de Saúde seguirão suspensas, mas esses profissionais estarão em constante contato com os pacientes, através do telefone, e auxiliando nas atividades internas das unidades.

“Os atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas), Central de Vacinas, Policlínica Municipal, CAPS (II, AD e Infantil), CEASM, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e Cresça Melhor continuarão normalmente, respeitando as recomendações e protocolos de prevenção à Covid-19”, salienta o prefeito em exercício Juliano Polese.

Escala de atendimentos médicos nas localidades do interior

A escala de atendimentos médicos e odontológicos no interior do município permanecerá suspensa na próxima semana. Dúvidas sobre essa área específica podem ser esclarecidas pelo (49) 3251-7992, que além de telefone funciona como WhatsApp. Em casos extremamente necessários que envolvam pacientes das localidades do interior, é possível dirigir-se ao 3º andar da Policlínica Municipal, entre 7h e 19h, de segunda a sexta-feira.

Texto / Arte: Flávio Fernandes/Sonora:  Melyssa Palma Nunes – Gerente das UBS

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!